Westphalen representa AL em ato público do movimento “Saúde, Rio Grande – Cumpra-se a Lei”

O movimento busca garantir a aplicação imediata de 12% da receita, por parte do Estado, em recursos destinados à saúde, investimento previsto pela Lei Complementar 141/2012, que regulamenta a Emenda Constitucional nº 29/2000. O RS é o único Estado da federação que não aplica 12%.

O deputado ressaltou que, em todas as pesquisas realizadas, a saúde aparece como prioridade para o povo gaúcho. “Isso acontece porque a população está sendo mal atendida. Falta gerenciamento. Estamos correndo atrás dos direitos humanos e atendimentos na saúde”, apontou.

Para mobilizar o Governo do RS ao cumprimento da lei, o movimento percorreu o Estado para coletar assinaturas. Atos como o de hoje foram realizados em Pelotas, Passo Fundo, Alegrete, Santa Rosa, Caxias do Sul e Santa Maria. As mais de 1,5 milhões de assinaturas recolhidas serão entregues ainda hoje ao governador Tarso Genro.

Compartilhe: