Wangler faz dois e comanda goleada do Grêmio contra o Fluminense

Empurrados pela boa presença de torcedores no Olímpico, o Grêmio não teve dificuldades em superar o Fluminense por 4 a 1. Com grande atuação de Wanlger, autor de dois gols, Calyson e Paulinho também marcaram uma vez, a equipe treinada pelo técnico Mabília avançou para as semifinais da Copa do Brasil Sub-20. Na próxima fase, o adversário será o Vitória-BA, que nesta terça eliminou o Cruzeiro ao vencer por 3 a 2.

Com Wangler centralizado, Gustavo Xuxa na direita e Calyson atuando pelo lado esquerdo, o esquema de três meias abasteceu o atacante Yuri Mamute constantemente. Desta forma, o Grêmio não deu sossego aos defensores da equipe carioca. Ainda que o camisa 10 Wangler tenha sido o principal jogador da equipe, os companheiros de setor também chamaram a atenção.

Logo aos dois minutos, Gustavo Xuxa fez boa jogada pela direita e foi derrubado. Buscando jogo pelos lados de campo, a pressão gremista logo surtiu efeito logo no começo de jogo. Na primeira tentativa, Cleriston não teve dificuldades para fazer a defesa.

Empurrado pela torcida, que compareceu e cantou motivada pela iminência do adeus ao estádio em 12 dias, Mamute quase abriu o placar aos 8 minutos da primeira etapa. E se o camisa 9 não conseguiu, um minuto mais tarde o articulador resolveria.

Em grande jogada do lateral-esquerdo Léo Campos, Wangler recebeu o passe na entrada da área. O meia teve tempo para enquadrar o corpo e acertar um belo chute com a perna esquerda no ângulo do goleiro.

Mesmo com a vantagem, o ritmo do Grêmio não diminuiu. Yuri Mamute quase fez um gol de Pelé. Poucos metros depois da linha divisória do gramado, o atacante tentou encobrir o goleiro aos 26 minutos, mas a bola passou ao lado do gol. Com o jogo dominado no setor ofensivo, Gérson e Misael garantiram a tranquilidade na defesa.

Mesmo que a equipe carioca tenha entrado em campo com os reforços do zagueiro Elivélton, do volante Fábio Braga (filho de Abel Braga) e do atacante Marcos Jr., o goleiro Tiago não teve muito trabalho na primeira etapa.

Só que em grande jogada individual pelo lado esquerdo de ataque, o Fluminense chegou ao empate no fim do primeiro tempo. Biro-Biro aproveitou cruzamento na área para igualar o placar do confronto. No último lance do primeiro tempo, Calyson devolveu a vantagem ao Grêmio, ao bater na saída do goleiro.

E a superioridade gremista só aumentou no segundo tempo. Com a necessidade de buscar o resultado, o Fluminense se abriu e deixou espaço para o trio de meias gremistas. O lateral-esquerdo Léo Campos foi até a linha de fundo e colocou na cabeça de Mamute, mas a bola saiu ao lado do gol do Fluminense. Aos 26 minutos, Wangler ampliou após grande jogada de Misael. O volante arrancou da intermediária e acertou a trave na finalização, mas o camisa 10 completou de perna esquerda no rebote.

Sob os aplausos da torcida, Wangler deixou o gramado para a entrada de Fabian, meia paraguaio. Depois da saída de seu principal jogador, a equipe administrou a vantagem. Sem riscos de perder a vaga para o Fluminense, a torcida passou a provocar o rival e a gritar olé nas trocas de passes da equipe.
Paulinho ainda marcou no último minuto de jogo. O volante driblou o goleiro e bateu para o fundo das redes para fechar a goleada.

O Grêmio jogou com: Tiago; Santiago, Gérson, Rodrigo Sabiá e Léo Campos; Luan, Misael, Wangler (Fabian), Calyson e Gustavo Xuxa (Paulinho); Yuri Mamute (André).

Clicrbs

Compartilhe: