Votação do Marco Civil é adiada para quarta-feira

A comissão especial da Câmara dos Deputados que avalia o Marco Civil da Internet adiou para esta quarta-feira, 11, a votação do Marco Civil da Internet, a lei que definirá direitos e deveres de usuários, empresas e governo no ambiente digital.

O texto final do projeto foi apresentado na semana passada pelo seu relator, o deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ), e estava programado para ser votado já nesta terça-feira. Mas a reunião do grupo que avalia a provável lei da internet brasileira foi cancelada, sendo remarcada para esta quarta-feira (11), às 14h30.

Criado em parceria entre o Ministério da Justiça e a Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Projeto de Lei nº 2.126/11 foi construído colaborativamente através de plataformas abertas, e ficou aberto para sugestões no site eDemocracia até a última sexta-feira.

O Marco Civil preencherá o vácuo legal que o Brasil tem na sua legislação na área de internet, adaptando uma série de pressupostos constitucionais – como liberdade de expressão e privacidade – à realidade da rede. Se aprovado na comissão especial, o texto do Marco Civil deverá ir ao plenário da Câmara após o recesso de julho. Se posteriormente for alterado no Senado, o projeto de lei volta à Câmara, que dará a decisão final.

Olhar Digital

Compartilhe: