Vídeomonitoramento: Presidente do COMAJA cumpre extensa agenda em Porto Alegre

Nos dias 31 de janeiro e 01 de Fevereiro, o presidente do COMAJA (Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal dos Municípios do Alto Jacuí), juntamente com uma comitiva da região, esteve na capital do Estado cumprindo extensa agenda de interesse do Alto Jacuí.

A comitiva, formada pela prefeita de Quinze de Novembro, Nilva Lopes Maldaner; pelo presidente da AMAJA, Clair Tomé Kuhn; mais Regis Gutss, João Schemmer, secretário-excecutivo da AMAJA/COMAJA; Omero Schneider e Gustavo Stolte (COMAJA), se reuniu com o vice-presidente do Banrisul, Flávio Lamel, buscando apoio financeiro para o Projeto de Videomonitoramento nos Municípios pertencentes ao Consórcio.

Após, o grupo foi recebido na sede da Associação dos Bancos do RS, onde entregou uma cópia do projeto com o intuito de buscar apoio financeiro também desta entidade.

Vilson Roberto Basto dos Santos, que participou da posse do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Pedro Westphalen, esteve na Secretaria de Habitação e Saneamento, reunido com o diretor de Saneamento, Guilherme Barbosa, tratando de assuntos referentes à elaboração dos Planos de Saneamento nos municípios do COMAJA, o qual já esta em andamento através de convênio de R$ 400 mil, com a Secretária de Habitação e Saneamento.

Vilson Roberto também foi recebido pelo coordenador do Programa
RS na Paz, delegado Carlos Roberto Sant’Ana, da Secretaria de Segurança Pública (SSP), onde esteve ajustando detalhes técnicos do Videomonitoramento, tendo a confirmação por parte da SSP quanto a aprovação técnica do projeto.

Segundo Vilson Roberto, em breve será agendada uma nova reunião com o Governo do Estado para dar andamento a essas questões, principalmente quanto a definição de valores para a formalização de convênio com a Secretaria de Segurança Pública, “Estamos empenhados na captação dos recursos junto aos governos estadual e federal para instalarmos o sistema de videomonitoramento em todos os municípios da região, baseados no fato de que o crime organizado está migrando para as cidades pequenas, por isso acreditamos que esta ação é fundamental para garantirmos uma região mais segura, que é o nosso principal objetivo”, disse.

Compartilhe: