Vida e obra de Lydia Mombelli da Fonseca

TAPERA – Nascida em Guaporé (RS), em 09 de maio de 1912, foi titular da Academia Literária Feminina do Rio Grande do Sul, situada em Porto Alegre, da Academia Sulbrasileira de Letras de Pelotas, da Academia Feminina de Letras do Paraná, pertenceu à Embaixada de Intercâmbio Cultural da América, à Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil e ao Centro Cultural Literário e Artístico de Felgueiras, de Portugal. Tinha título de Cidadã Taperense, foi membro do Instituto Histórico e Geográfico Goiano. Dominava o idioma Italiano e concluiu o curso superior em Francês em 1984.

OBRAS PUBLICADAS:

ROMANCES:
As Pedras do Caminho. Editora Nação. Porto Alegre, 1950.
O velho Casarão. Editora Sulina. Porto Alegre, 1958

CRÔNICAS
Canção dos Humildes. Editora Sulina. Porto Alegre, 1952.
A árvore Azul. Editora Alf. Porto Alegre, 1966.

DIDÁTICOS:
O verso vai à escola. Editora Sulina. Porto alegre, 1966/1967 (3 volumes)
Você sabe. Parceria com Déa Mombelli Bicocchi. Editora Sulina. Porto Alegre, 1969.
Você sabe… duas estórias. Parceria com Déa Mombelli Bicocchi. Editora Sulina. Porto Alegre, 1970
É fácil… compor e corrigir. Parceria com Déa Mombelli Bicocchi. Porto Alegre, 1972.

CONFERÊNCIA:
A alegria de escrever. Editora Ulrich. Ijuí, 1956.

HISTÓRIA:
Tapera. Editora Nova Dimensão. 1987.

CONTOS:
Do outro lado. Editora Alf. Porto Alegre, 1968.

TEATRO:
Uma partida de xadrez. Tradução. Editora Alf. Porto Alegre, 1967.

POESIA:
Taça Vazia. Editora ALF. Porto alegre, 1963.
Mundo à parte. Editora Sulina. Porto Alegre, 1972.

LITERATURA INFANTIL:
1985
O gato mimoso
Lucimar, o peixinho
O coelho benvindo
Sapolândia
Asa leve
A tartaruga falante

1986
A Rainha Zazá
A minhoca Voadora
A cachorrinha Lalá
Serelepe
O mistério do leite

1987
A amoreira doida
Florisbela, a galinha amarela

As comemorações pelo centenário de nascimento da escritora e poetisa taperense iniciam a partir das 15h30min, do dia 09 de maio, com uma Mostra de Fotos no Memorial Taperense. No local, com a participação dos alunos das escolas envolvidas, ocorrerão atividades com a Caravana da Leitura, a Biblioteca Municipal e o Grupo de Teatro Municipal.

Depois disso, durante o restante do ano, em eventos oficiais, a data se transformará em tema a ser trabalhado pelos alunos das escolas do município, assim como na 3ª Semana Municipal da Cultura (31.08 a 07.09); 22ª Feira do Livro (03.09 a 05.09); Semana da Pátria (31.08 a 07.09) e 3º Festival da Canção Estudantil e Categoria Livre (02.09).

Compartilhe: