Tio Hugo decreta situação de emergência

Em decorrência das fortes chuvas entre os dias 16 e 19 de outubro, o município de Tio Hugo decretou no dia 24 de outubro “situação anormal”, caracterizada como “situação de emergência”.

O acumulo de chuva nestes dias foi de 258 mm, ocasionando elevações dos níveis das águas dos rios e córregos, principalmente na área rural, causando fortes enxurradas.

De acordo com o prefeito Verno Müller, o município sofreu prejuízos materiais expressivos, gerando danos na infraestrutura geral, principalmente no sistema viário, onde pelo ao menos uma ponte e dois pontilhões foram destruídos. Além disso, aproximadamente 90 Km de estradas vicinais do município foram danificadas, devido a erosão causada pela grande vazão de água provocada pela chuva intensa. Já na área urbana, aproximadamente 15 moradias foram destelhadas com as rajadas de ventos.

A situação anormal causou danos também ao setor agropecuário e de produção agrícola, uma vez que nas lavouras de trigo a perda está estimada em 65%; na produção de canola e cevada as perdas atingiram 80%. Além disso, a bacia leiteira sofreu uma redução diária na produção de leite estimada em cerca de 40%.

É importante ressaltar que o Poder Público Municipal disponibilizou todos os recursos materiais e humanos para atender as necessidades e recuperar o que foi assolado, além de atuar na recuperação de estradas vicinais e áreas degradadas pelas fortes chuvas. No entanto, o impacto causado pelas enxurradas foi avassalador, e o município teve que recorrer a ajuda do Governo Federal, decretando, portanto, a “situação de emergência”.

(Shaiane Goulart – Diretora de Comunicação da Prefeitura de Tio Hugo)

Compartilhe: