TAPERA – Vice-presidente da Cotrisoja retorna de viagem de estudo na Alemanha

O vice-presidente da Cotrisoja José Gilberto Seibel, retornou na última terça-feira (28), de uma viagem de estudos na Alemanha. O objetivo do intercâmbio foi buscar novos conhecimentos e informações sobre o modelo de cooperativismo alemão, que no setor financeiro é considerado um dos mais poderosos e sólidos do mundo.

A viagem à Academia Alemã das Cooperativas (ADG), foi a etapa final do curso de MBA em Gestão Estratégica do Agronegócio Direcionado ao Cooperativismo e contou com uma programação variada de palestras e informações referente ao Modelo Alemão de Gestão Moderna de Cooperativas, com vistas às Cooperativas, Federações, Confederação e Universidade.

O setor cooperativo na Alemanha é um dos mais respeitados do mundo. Além da DGRV (Confederação Nacional das Cooperativas de Crédito) existem no país três federações nacionais especializadas segundo a atividade de seus membros na representação dos mesmos. ” O que deu para perceber nestes poucos dias referente ao cooperativismo Alemão, é que todas as cooperativas estão ligadas à Federação e a Confederação, que por sua vez além de outro serviços, fazem as auditorias externas de todas as cooperativas, realizando as orientações e adequações quando necessárias; além de gestão profissionalizada, alta preparação e qualificação dos que administram e gerenciam as cooperativas, e uma constante evolução em fusões que tem como objetivo o fortalecimento e a lucratividade”, explica Seibel.

De acordo com o Vice Presidente, a maioria das médias propriedades apresentadas durante o passeio, atuam com uma ou mais atividades dos ramos de produção de grãos (cevada, canola, trigo, milho), leite, gado de corte, suínos, entre outras. Em certas regiões, um grande problema é a neve, que dificulta e encarece a produção. Além disto, outro desafio é manter o jovem no campo, da mesma forma que acontece hoje no Brasil, a maioria parte em busca de trabalho nas cidades.

As cooperativas agropecuárias junto com seus associados têm hoje um papel importante na cadeia alimentar, que começa na terra e termina no prato. São bilhões de pessoas passando fome em todo o mundo, e o desafio é produzir cada vez mais.

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer a cultura, comida e bebida alemã. No retorno, durante a passagem por Lisboa participaram ainda da missa no Santuário de Fátima com milhares de fiéis e conheceram uma pouco mais sobre a história dos três videntes da aparição de Fátima, Jacinta, Francisco e Lúcia.

“Quanto ao nosso cooperativismo se vê que está no caminho certo. As cooperativas se especializando, qualificando seus gestores e se preparando para o futuro”, finaliza Gilberto.

(Assessoria de Comunicação da Cotrisoja)

Compartilhe: