Tapera registra o primeiro suicídio do ano

O corpo de José Orlando Antunes de Andrade, o “Canhoto”, de 65 anos, foi encontrado, sem vida, nesta tarde, às 17h, no galpão de lenha ao lado de sua residência, na Avenida Alberto Mânica, 1183, no Bairro Brasília. O vigilante noturno se suicidou utilizando uma corda. Antes de morrer ele ligou para sua irmã, avisando que iria se matar e pediu a ela que desse um “tchau” a todos os familiares. Canhoto, que morava sozinho, era separado e deixa três filhos.

As polícias Militar e Civil estão no local atendendo a ocorrência.

Compartilhe: