Tapera capacita-se para o enfrentamento de desastres naturais

A partir desta terça-feira (22), Tapera está de acordo com o novo ordenamento legal que regula o SINDEC (Sistema Nacional de Defesa Civil), Lei 12.340/10 – e que coloca os Municípios diante de uma nova realidade jurídica e de enfrentamento de desastres naturais tanto do ponto de vista da prevenção como de respostas, reabilitação e reconstrução.

Durante dois dias, 21 e 22, na Sala de Reuniões da Prefeitura, a empresa Vencer – Soluções em Recursos Humanos – ministrou um curso de capacitação de prevenção e enfrentamento de desastres naturais, preparando e adequando o Município às normas vigentes.

O curso, de 20 horas/aula, ministrado pelo major Aurivan Chiocheta, integra o Projeto de Defesa Civil que objetivou desenvolver um conjunto de ações no Município de Tapera, além de promover a criação do FUMDEC (Fundo Municipal de Defesa Civil). No final do curso foi elaborado o Plano de Contingência para enfrentamento de desastres naturais, a partir de visitas feitas aos dois locais de maior risco do Município: Vila Teles e Vila Paz.
Conforme o major Chiocheta, Consultor em DefesaA partir desta terça-feira (22), Tapera está de acordo com o novo ordenamento legal que regula o SINDEC (Sistema Nacional de Defesa Civil), Lei 12.340/10 – e que coloca os Municípios diante de uma nova realidade jurídica e de enfrentamento de desastres naturais tanto do ponto de vista da prevenção como de respostas, reabilitação e reconstrução.

Durante dois dias, 21 e 22, na Sala de Reuniões da Prefeitura, a empresa Vencer – Soluções em Recursos Humanos – ministrou um curso de capacitação de prevenção e enfrentamento de desastres naturais, preparando e adequando o Município às normas vigentes.

O curso, de 20 horas/aula, ministrado pelo major Aurivan Chiocheta, integra o Projeto de Defesa Civil que objetivou desenvolver um conjunto de ações no Município de Tapera, além de promover a criação do FUMDEC (Fundo Municipal de Defesa Civil). No final do curso foi elaborado o Plano de Contingência para enfrentamento de desastres naturais, a partir de visitas feitas aos dois locais de maior risco do Município: Vila Teles e Vila Paz.

Conforme o major Chiocheta, Consultor em Defesa Civil, o aproveitamento do curso pelos participantes foi muito bom, destacando que o Município de Tapera, tem agora um plano efetivo, não apenas para enfrentar, mas para prevenir de forma efetiva os eventuais desastres naturais que provocam transtornos de toda ordem e investimentos de elevados recursos públicos na reabilitação e reconstrução.

Os próprios participantes do curso entenderam sua necessidade e a importância dessa preparação para o enfrentamento dos acidentes naturais.

O prefeito Ireneu Orth que participou da abertura do curso na manhã de segunda-feira (21), destacou a preocupação sempre presente do Município, em torno da prevenção, também nesta área, o que serve para atenuar os efeitos de possíveis desastres que por ventura vierem a nos atingir. “A capacitação trata-se de um investimento que sempre tem retorno garantido”, justificou o prefeito.

(Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Tapera)

Compartilhe: