Solidariedade: Marasca Cereais entrega doações em São Borja

A unidade da Marasca de São Borja – com a ajuda da matriz – fez a doação dos agasalhos e alimentos arrecadados para ajudar os desabrigados das enchentes que assolaram o município.

Segundo Leticia Fróis, funcionária da unidade, as sacas de farinha foram deixadas no restaurante popular da cidade, local onde estão feitas as refeições para as famílias desabrigadas e distribuídas nos diversos pontos onde se encontram as famílias que estão fora de casa. Já os agasalhos encaminhados nos seguintes pontos: Associação Porto Angico e Ginásio Municipal.

São mais de 1300 pessoas nessa situação e que estão abrigados em associações dos bairros, igrejas, ginásio.

Governador visita São Borja
Dois dos 80 municípios afetados por enchentes no Rio Grande do Sul foram visitados na terça-feira (1) pelo governador Tarso Genro. Em busca de detalhes sobre as atuais demandas dos afetados, ele se reuniu com prefeitos e visitou regiões alagadas pelo Rio Uruguai em Iraí, Noroeste do estado, e São Borja, na Fronteira Oeste.

Iraí, que era o município mais atingido pela cheia, agora soma pouco mais de 630 pessoas desabrigadas, conforme o último balanço da Defesa Civil. Já a Fronteira Oeste tem mais de 2 mil pessoas fora de casa três municípios: São Borja, Itaqui e Uruguaiana.

O Palácio Piratini vai definir, junto com o governo federal, o volume de recursos que serão aplicados para tentar recuperar os prejuízos causados pela cheia. Uma Sala de Situação foi instalada pelo governo do Estado para tratar da crise. De acordo com o governo, ela vai atuar em três ocasiões: dar continuidade às ações emergenciais já adotadas pelo governo, através da Defesa Civil, tratar das ações de médio e curto prazo e, por fim, tratar das ações de longo prazo.

A Defesa Civil fará uma listagem com objetos necessários para doações, que serão pedidos junto ao governo do Estado nos próximos dias. Voluntários e equipes do órgão fazem o trabalho de arrecadação. São cerca de 300 pontos de coleta em todo o estado. Eles ficam em prefeituras, órgãos públicos e regionais da Defesa Civil. Os donativos começam a chegar de várias regiões. Para informações sobre os pontos de arrecadação, o telefone é o (51) 3288-6781.

(Assessoria de Comunicação da Marasca Cereais)

Compartilhe: