SOLEDADE – Prefeita Marilda confirma criação de sindicância para apurar supostas irregularidades na Secretaria de Obras

Postado em 04 novembro 2021 09:08 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Na Câmara de Vereadores de Soledade, estuda-se a criação de uma Comissão Especial de Inquérito, uma CPI de âmbito municipal para averiguar o assunto.

Uma manifestação feita pelo vereador Pedrinho Marafon, líder da bancada do MDB de Soledade apresentou supostas irregularidades quanto ao trabalho realizado por parte da Secretaria de Obras do município.

Segundo Marafon, funcionários estariam utilizando a máquina da Secretaria para serviços particulares e recebendo pagamentos da população. Na Câmara de Vereadores de Soledade, estuda-se a criação de uma Comissão Especial de Inquérito, uma CPI de âmbito municipal para averiguar o assunto.

Conforme explicou a prefeita de Soledade, Marilda Borges Corbelini, a partir da suposição apresentada, o Poder Executivo também passou a trabalhar para esclarecer à temática, com isso, instaurou uma sindicância, sendo que ela foi formada a fim de esclarecer e se necessário, punir os responsáveis pela feitoria inadequada dos serviços, visto que se isso se confirmar mediante a apuração de provas, estes correm o risco de serem exonerados de seus respectivos cargos.

“Acusações como esta exigem provas concretas e se isso for de fato comprovado os responsáveis serão punidos devidamente, cabendo destacar que quem aciona os serviços está tão errado quanto quem executa”, aponta Marilda.

Marilda frisa ainda, que desde o início do ano quando assumiu o executivo municipal, seu trabalho foi pautado pela transparência e pelo bom senso e é isso que exige dos membros representantes das Pastas que englobam os mais diversificados segmentos municipais.

“Na Secretaria de Obras não é diferente, pois minha proposta foi de unir o maquinário da prefeitura com os da Secretaria e foi isso que fizemos para melhor atender a demanda da população que é bastante grande, mas fizemos o máximo para bem servir a todos”, afirma a prefeita.

Sobre a suposta irregularidade apresentada mediante o viés de serviços oferecidos irregularmente, Marilda esclarece que o serviço público como o próprio nome aponta, serve para atender o que é público, por isso a importância da população saber diferenciar as diferentes esferas, sabendo que quem tem condições de contratar serviços particulares, que assim o faça, mas de uma forma correta, não indevida.

Da Rádio Cristal

 

Postado em 04 novembro 2021 09:08 por jeacontece
15.292.411/0001-75
Tags:

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop