SEXTO SENTIDO (Diálogo Espírita)

Entrevistas com médiuns, filmes e vídeos do Mundo Espiritual, sonhos premonitórios, visão de espíritos, presença de espíritos nas chamadas “casas mal assombradas” são cada vez mais comuns nos noticiários.

Mediunidade quer dizer – ser intermediário entre o nosso Mundo e a Dimensão Espiritual – de forma popular também denominado de sexto sentido. Os profetas também eram médiuns.

Na Bíblia o profeta Joel (400 anos AC) no capítulo 3, versículo 1, assim expressa a vontade de Deus: Derramarei o meu Espírito sobre todo o ser vivo: vossos filhos e vossas filhas profetizarão; vossos anciãos terão sonhos, e vossos jovens terão visões.

Atualmente é cada vez maior o número de pessoas que em certo momento de suas vidas, tem uma mediunidade ou sexto sentido mais aflorado.

A mediunidade é neutra, por isso, é importante compreender como é a ação dos espíritos nestas pessoas.

Os espíritos se aproximam conforme o padrão vibratório da pessoa, isto quer dizer, se a pessoa carrega mágoa e ressentimento ou outros sentimentos antipáticos, atrai espíritos inferiores que a vão perturbar; se está com bons pensamentos, expressar fraternidade, bondade, prática do bem, atrai bons espíritos que vão lhe guiar para a senda do bem.

Desta forma, cada pessoa atrai para si os espíritos correspondentes e a própria depressão atrai espíritos malignos.

A mediunidade não é doença e para se livrar da perturbação é necessário trabalhar na própria modificação para melhor, evitando suas inferioridades e desenvolvendo as virtudes.

(Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera)

Compartilhe: