SAÚDE – Síndrome do intestino irritável

Muita gente se queixa de problemas intestinais, cólicas intermitentes, gases que provocam distensão do abdômen, crises alternadas de prisão de ventre e diarréia, sensação de que o intestino não foi esvaziado completamente com a evacuação. Esses sintomas são comuns a muitas doenças intestinais. Uma delas é a síndrome do intestino irritável, um distúrbio funcional, sem causa anatômica nem lesões que o justifiquem. A síndrome do intestino irritável é um distúrbio intestinal funcional comum caracterizada por desconforto abdominal recorrente e função intestinal anormal. O desconforto freqüentemente se inicia após a alimentação e desaparece após a evacuação que pode estar associado a graus variados de depressão ou ansiedade. O cuidado na alimentação é fundamental e é capaz de amenizar o desconforto causado. A sensibilidade a um ou outro alimento é individual e normalmente a dieta de exclusão pode ser indicada faça um diário para descobrir os alimentos que correlacionam sintomas e excluir a ingestão, beba mais líquido, como água e chás como o de hortelã, em especial, que facilitam a digestão, diminua o leite e derivados com baixo teor de lactose, tenha um cuidado especial ao beber bebidas que contém cafeínas e gaseificadas que pode levar gás aos intestinos e causar dor abdominal, evite de comer e beber rapidamente, mascar chicletes, fumar, e também cuidar certos alimentos que dão gases como leite e derivados integrais, feijões, lentilha, ervilha, grão-de-bico e soja, verduras agrião, brócolis, couve, espinafre e acelga, vegetais fibrosos berinjela, vagem e pimentão, café, álcool, carnes gordas, frituras, embutidos, salsicha, lingüiça, salame e mortadela, cebolas, uva e ameixa.Utilize temperos suaves e molhos caseiros coados. As mudanças nos hábitos alimentares é fundamental no tratamento de pessoas com a síndrome do intestino irritável.

ALINE PREDIGER
Nutricionista 8835 D, personal diet, domiciliar e clínica

Compartilhe: