Santa Bárbara do Sul deve decretar situação de emergência

A prefeitura de Santa Bárbara do Sul, no Planalto Médio, deve decretar situação de emergência nesta segunda-feira (30), informou a Defesa Civil. Um forte temporal atingiu a cidade de 8 mil habitantes do noroeste gaúcho na noite de sábado (28).

Em menos de dois minutos de ventania, casas ficaram destruídas, árvores e postes foram derrubados e alguns carros arrastados pela força do vento. A velocidade dos ventos teria passado dos 100 km/h. Para o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é possível que a cidade tenha sido atingida por um tornado.
Conforme a coordenação estadual da Defesa Civil, os números preliminares são de 10 casas totalmente destruídas e 100 residências destelhadas. O temporal também interrompeu o abastecimento de energia elétrica de mais da metade da população, diz o órgão.

O coordenador da Defesa Civil do município, Paulo Sérgio Gonçalves, diz que o levantamento das perdas seguirá durante todo o dia. “Os serviços básicos estão sendo normalizados aos poucos. Estamos desobstruindo vias e recolocando postes, mas como ainda está chovendo o trabalho está lento. Esperamos terminar a avaliação dos estragos até a manhã de segunda-feira, quando devemos encaminhar o decreto de emergência ao estado”.

Os bairros de Loeblein, Centro e Cohab foram os mais prejudicados pela ventania. Um galpão no qual funcionava uma oficina mecânica no centro da cidade foi completamente destruído. Da estrutura de alvenaria, só os pilares ficaram de pé. Várias outras residências foram atingidas.

Uma das torres de telefonia celular do município caiu, deixando parte da população sem sinal. A queda de postes de luz também deixou mais da metade dos moradores sem o abastecimento de energia elétrica durante a noite de sábado e a tarde deste domingo.

Segundo o levantamento da Defesa Civil, cerca de 20 pessoas ficaram desalojadas. Elas foram encaminhadas para a casa de amigos e familiares. O Corpo de Bombeiros também distribuiu lonas aos moradores das casas destelhadas pelo vendaval.

O secretário de Obras de Santa Bárbara do Sul, Rivelino Amado, conta que o temporal começou por volta das 22h de sábado (28) e em pouco tempo provocou muitos estragos. “Em menos de dois minutos o caos já havia tomado conta da cidade”, relata.

G1 RS

Compartilhe: