RS tem 33 mortes por gripe A em 2012

Voltou a subir o número de mortes por gripe A no Rio Grande do Sul. A estatística foi atualizada esta tarde pela Secretaria Estadual da Saúde (SES). Agora, está em 33 o número total. O número subiu em relação aos 29 divulgados na última sexta-feira (13). Foram confirmados mais dois óbitos em Porto Alegre, um em São Borja e outro em Cruz Alta. Nenhum foi vacinado.

Perfil dos casos
– Cruz Alta / Homem, 45 anos, sem doenças crônicas (fora do grupo de risco)
– Porto Alegre / Mulher, 46 anos, sem doenças crônicas (fora do grupo de risco)
– Porto Alegre / Criança, 3 meses, com neuropatia (não pode ser vacinada por ainda não ter 6 meses)
– São Borja / Homem, 71 anos, portador de diabetes (grupo de risco, não se vacinou)

Levantamento
O secretário Ciro Simoni pediu aos técnicos da SES a separação das mortes por data, para avaliar se a tendência de diminuição que era prevista já está acontecendo.
– Não posso falar se já ocorreu o pico da curva, mas pelo desenho até agora o máximo foi na semana passada e na anterior. Pra frente não tenho como saber porque não sou vidente – resume Simoni

A chefe do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, confirma que a tendência é de queda.
– As mortes ocorreram nas duas primeiras semanas de julho, e a partir da segunda quinzena agora, devemos ter queda no número de casos confirmados e óbitos também – afirma Marilina Bercini

Técnicos dos governos estadual e federal já começaram a investigar as causas de mortes por gripe A no estado. O Conselho Regional de Medicina (Cremers) também se dispôs a avaliar o cuidado às vítimas que morreram pela doença. A vacinação já terminou na maior parte do estado devido ao esgotamento das doses enviadas pelo Ministério da Saúde. A estratégia de combate à gripe Aeste ano no RS é baseada no amplo uso do antiviral Tamiflu. A orientação para quem apresentar os sintomas da doença (tosse e espirros, fortes dores no corpo, cabeça e garganta, febre acima de 38°C, náuseas, vômitos e diarreia ou falta de ar) é de procurar um posto de saúde o mais rápido possível.

Clicrbs

Compartilhe: