RS: jovem é preso após esfaquear a mãe e matar padrasto, segundo polícia

Segundo o delegado, Vagner não apresentou sinais de arrependimento

Um homem de 20 anos foi preso, na madrugada deste domingo, depois de esfaquear a própria mãe e matar a facadas o padrasto, em Vacaria (RS). De acordo com a Polícia Civil, Vagner Moraes da Silva, 20 anos, cometeu o crime depois de se desentender com as vítimas por ter um pedido de dinheiro, que seria usado para comprar drogas, negado.

De acordo com o delegado Flademir Paulino de Andrade, Vagner, que é viciado em crack, pediu dinheiro para sua mãe, Sandra de Moraes, 40 anos, mas o padrasto, José Eduardo de Aguiar Oliboni, 39 anos, interveio e negou o pedido. O detido então feriu diversas vezes o companheiro de sua mãe, com facadas no pescoço e no peito.

Após esfaquear seu padrasto, Vagner golpeou sua mãe, que tentou proteger o companheiro, nas costas, braços, pescoço e nas mãos.

De acordo com o delegado, após esfaquear as vítimas, Vagner pegou a carteira de José e foi para a rua, para comprar mais crack. Após comprar a droga, ele jogou a carteira em um bueiro. O objeto, porém, foi recuperado pela polícia.

Segundo a polícia, a mãe do detido foi levada ao hospital Nossa Senhora da Oliveira. Segundo funcionários do hospital, o estado de saúde da mulher é estável.

Vagner foi preso em flagrante e indiciado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado. Após prestar depoimento na delegacia, ele foi encaminhado ao presídio da cidade.

De acordo com o delegado, o rapaz apontou a droga como responsável pelo crime e não demonstrou sinais de arrependimento. “Ele queria saber quantos anos ia ficar preso”, disse.

A Polícia Civil tem 10 dias para concluir o inquérito. “(O motivo) foi fútil, mas buscamos mais qualificadoras ao longo das investigações no inquérito”, afirmou o delegado.

Terra

Compartilhe: