Rio Grande do Sul finaliza plantio de trigo

Emater/RS-Ascar divulga situação das lavouras de inverno. A semana transcorreu sem maiores empecilhos para a cultura do trigo no Rio Grande do Sul. Segundo o Informe Conjuntural, elaborado pela Emater/RS-Ascar, as temperaturas e a umidade registradas durante o período proporcionaram condições ideais para um bom desenvolvimento das lavouras, fazendo com que estas apresentem um bom estande e sigam livres, até o momento, de pragas e moléstias.

O plantio se encontra praticamente encerrado restando apenas 2% do projetado para ser plenamente concluído. Dentro de poucos dias deverá ser registrado, com mais intensidade, lavouras entrando na floração, fase crítica em relação às instabilidades meteorológicas. No momento, as lavouras se encontram em desenvolvimento vegetativo. A semana também foi positiva para as cotações do produto. A saca de 60 kg, negociada pelo produtor teve valorização de 0,95%, passando para R$ 25,51. Nos últimos 30 dias o grão acumulou ganho de 6,7%.

Canola – A lavoura de canola em geral também permanece com bom estande, beneficiada pelas condições meteorológicas da semana. Existe certa preocupação em algumas áreas na região das Missões, em que a população de plantas em algumas lavouras apresenta-se reduzida. A fase majoritária ainda é a de desenvolvimento vegetativo e os produtores mantêm-se na realização de adubação de cobertura com nitrogênio. Há otimismo entre os produtores em relação à cultura, pois as estimativas de negócios são altamente favoráveis nesse momento. O preço referencial – Balcão é de R$ 70,00/sc de 60 kg.

Feijão – Quanto ao feijão, os agricultores que ainda possuem produto em estoque estão retardando as vendas, visando conseguir valores mais altos nos negócios futuro, pois a tendência de alta permanece no mercado do RS. Novamente, nesta semana, o valor médio das transações realizadas com a saca de 60 kg do feijão-preto obteve mais um aumento, fazendo o preço ultrapassar a casa dos cem reais pela primeira vez no ano. Segundo o Acompanhamento Semanal de preços da Emater/RS-Ascar, o valor médio obteve mais 0,42% em relação à semana anterior, passando a R$ 100,17/sc, 23,10% acima da média histórica para o mesmo período.

Cevada – A cultura da cevada está evoluindo normalmente e os agricultores continuam fazendo os tratos, concentrando-se na aplicação de nitrogênio em cobertura e no controle das moléstias fúngicas como o oídio e as manchas folhares. As lavouras estão bem desenvolvidas e com bom potencial produtivo. O preço de referência é de R$ 28,62/SC (semelhante ao trigo tipo 1 classe pão).

Agrolink

Compartilhe: