Revista Exame: Marasca Cereais é a 1ª do RS e a 9ª do País em crescimento de vendas

Classificação levou em conta crescimento real das vendas líquidas. Empresa ainda é destaque entre as melhores e maiores do setor do agronegócio

A Marasca Comércio de Cereais Ltda faz parte de um seleto grupo: as melhores e maiores empresas do Brasil. A pesquisa é feita anualmente com base em diversos dados e informações e divulgada pela Revista EXAME em uma edição especial, com mais de 700 páginas.

Em comparação com o ano anterior a Marasca – sediada em Cruz Alta e com unidades espalhadas na maioria das regiões do estado do Rio Grande do Sul – cresceu em todos os quesitos, conquistando, por exemplo, a nona posição na lista das 500 maiores empresas avaliadas pelo crescimento real das vendas líquidas, registrando um aumento de 57%.

Em comparação com as empresas do Rio Grande do Sul no quesito crescimento pelo aumento de vendas no ano, já descontada a inflação, a Marasca aparece em primeiro lugar no ranking, seguida pela Bianchini, que teve um crescimento de 33,5% e Beira Rio, com 32,2%. Ocupa o terceiro lugar no quesito rentabilidade, quando se leva em conta o retorno do investimento obtido no ano, ficando com margem de 27,4%.

Na lista das 100 maiores empresas da Região Sul, ocupa a 58ª posição, um salto em relação à pesquisa divulgada em 2013, quando a Marasca estava no 84° lugar. Já no ranking das 400 maiores empresas do agronegócio brasileiro pelo critério de vendas líquidas, a Marasca ocupa a 81ª posição, sendo que na pesquisa do ano passado apareceu na 110ª posição. Quando a lista foca as maiores empresas do setor no Rio Grande do Sul, a Marasca ocupa a 23ª posição. Aparece, ainda, entre as 50 maiores empresas do setor com maior expansão nas vendas, ficando em 8° lugar. Na categoria “As melhores do setor de algodão e grãos”, a Marasca ocupa orgulhosamente a terceira posição.

Todos esses números mostram o desenvolvimento contínuo da empresa e reforçam o orgulho da diretoria e equipe da Marasca em um ano no qual a economia do país cresceu pouco e diversas empresas brasileiras foram obrigadas a cortar gastos e investimentos. “É o resultado de um trabalho de toda a equipe com foco no cliente, sempre tentando fazer o melhor. O que faz a empresa são as pessoas, não se faz nada sozinho e isso é fruto da união e dedicação de todos”, destaca o diretor da Marasca Comércio de Cereais Ltda, Vitor Marasca Junior.

Uma empresa familiar

“É na família que nasce o primeiro grande passo de uma grande caminhada”. Fruto de uma semente familiar, a Marasca foi fundada no dia 8 de fevereiro de 1992, na cidade de Tapera, com a missão de oferecer soluções para a agricultura através de ações rápidas e diferenciadas. Cultivada com o carinho e a dedicação de seus fundadores – Vitor Bento Marasca e sua esposa, Isolde Marasca -, a empresa cresceu e semeou seus ramos nas principais regiões produtoras de grãos do Rio Grande do Sul.

Dedicada inicialmente à produção de sementes e à comercialização de cereais e insumos, em um curto espaço de tempo a Marasca Comércio de Cereais Ltda tornou-se uma referência em qualidade e apoio aos produtores da região, que encontram na empresa uma linha completa de produtos e serviços, atendimento especializado e consultoria técnica.

O seu sólido desenvolvimento fez surgir novas necessidades e instalações e Cruz Alta passou a ser sede da empresa a partir de fevereiro de 1998, com um dos terminais de carga e descarga mais rápidos e seguros do estado. Hoje, são mais de 30 unidades estrategicamente instaladas em diversos municípios do Rio Grande do Sul. Para seguir sempre à frente, a empresa conta com uma infraestrutura logística moderna, com mais de cem caminhões em sua frota com capacidade para transportar 5.000 ton/dia.

Contribuindo para alimentar o mundo, a Marasca exporta para diversos continentes seus principais produtos: soja, milho e trigo, dando condição de elevar o Rio Grande do Sul de maior importador para maior exportador de trigo. Esse feito levou a empresa a conquistar vários troféus, dentre eles, os Prêmios de Exportação ADVB em 2012 e 2013, no quesito Dinamismo Exportador.

(Franciéle Picinin Borges – Assessoria de Comunicação da Marasca Cereais)

Compartilhe: