QUINZE DE NOVEMBRO – O trabalho de seis gerações de música se torna Ponto de Cultura

No município de Quinze de Novembro todas as famílias possuem pelo menos um integrante que atua nas ações de cultura da cidade. Agora, o trabalho desenvolvido por uma família musical se torna projeto do Ponto de Cultura Guri Músico.

Há seis gerações a família Schneider atua no cenário musical da região, inserida numa comunidade de descendentes de imigrantes alemães, desenvolve atividades culturais na área da música, desde sua chegada ao Rio Grande do Sul, no ano de 1847, transmitindo os saberes de pais para filhos. Este ensinamento incentivou um dos representantes da nova geração, integrante do Grupo Som Legal, a criar o projeto Guri Músico, que foi selecionado no edital de Pontos de Cultura da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac).

O objetivo é oferecer o ensino da música, de forma gratuita, a crianças e adolescentes da rede pública de ensino ou em vulnerabilidade social. Nessa quinta-feira (12), o secretário da Cultura, Assis Brasil, acompanhado pelo diretor de Cidadania e Diversidade Cultural, João Pontes, e pelo coordenador dos Pontos de Cultura da Sedac, Ricardo Oliveira, visitou o Ponto Guri Músico, que já recebeu a primeira parcela de R$ 10 mil, do total de R$ 180 mil, por 03 anos – R$ 60 mil por ano. A parcela de R$ 10 mil é para a fase de implantação – aquisição de instrumentos.

A recepção foi com a música tradicional alemã e depois com a apresentação do grupo Som Legal. Assis Brasil entregou ao coordenador do Ponto, Volnei Schneider o boton de identificação da Rede RS de Pontos de Cultura e cumprimentou pelo projeto apresentado. “O Governo do Estado reconhece o trabalho efetivo de cidadãos que têm uma atividade inclusiva como a de vocês. A conquista é pelo muito que têm realizado”, concluiu.

O vice-prefeito, Leandro Ruppenthal, destacou a parceria com os músicos. “O grupo Som Legal e os Schneider´s sempre foram grandes parceiros do município, sempre presentes na história cultural de Quinze de Novembro”. Ruppenthal agradeceu a apoio técnica da Sedac. “Os editais da Sedac têm sido um grande apoio e a solução para a dificuldade de captar recursos. A sempre contamos com todo o apoio que precisamos para executar nossos projetos”.

O coordenador do Ponto de Cultura Guri Músico, Volnei Schneider falou sobre o aprendizado que recebeu dos pais e porque decidiu fazer o trabalho. “A disciplina, o trabalho em equipe que a música ensina ajuda ao entendimento do conceito de cidadania. Agora como Ponto de Cultura, cada vez mais, é possível levar o exemplo da família para as crianças e tudo que acompanha este ensino e que resulta em uma vida melhor”, encerrou.

Família Premiada

O secretário Assis Brasil entregou ao grupo, também, o certificado do prêmio Diversidade, na categoria Culturas Populares, que a família recebeu em março com o livo CD que conta a história dos Schneiders. O livro editado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura além de contar a história da família que há seis gerações une seus descendentes através da música, recupera aspectos culturais germânicos presentes na comunidade de Quinze de Novembro, e principalmente, resgata o interesse dos leitores por um elemento tão importante na identificação comunitária que é a música.

Mais um projeto selecionado
O município de Quinze de Novembro também foi selecionado no edital nº14 da Sedac, para modernização de Bibliotecas, que está em fase de conveniamento.

(Secretaria da Cultura do RS)

Compartilhe: