QUINZE DE NOVEMBRO – Caso de dengue confirmado reforça a importância do combate ao mosquito

Postado em 19 fevereiro 2020 17:01 por jeacontece
15.292.411/0001-75

A Dengue é um problema de saúde pública que afeta o Brasil há vários anos. Apesar de todas as ações preventivas tomadas pelo departamento de Saúde de Quinze de Novembro, foi confirmado o primeiro caso de dengue do município. A confirmação foi dada pela Coordenadoria Regional de Saúde na terça-feira, dia 18 de fevereiro.

Histórico do caso:

No dia 17 de janeiro, uma paciente procurou a unidade básica de saúde apresentando os sintomas de dengue (febre, dor nas articulações, dor de cabeça e no fundo dos olhos, náuseas). A suspeita de dengue foi levantada, e foram feitos os exames de diagnóstico. Como o resultado do exame demora cerca de 30 dias, o município realizou um trabalho preventivo diferenciado, chamado de Pesquisa Vetorial Especial – PVE. Os agentes de combate às endemias e também da vigilância sanitária realizam inspeções na residência da pessoa que teve a suspeita e em todas as residências em um raio de 300 metros, (aproximadamente 150 casas) buscando identificar criadouros do mosquito. Foi identificado, na residência da paciente, um pneu com um foco. Este pneu foi recolhido e teve destinação correta. As agentes de combate a endemias repassaram todas as informações para a paciente ter os cuidados de saúde necessários tanto para seu bem-estar e recuperação, como para evitar contato com mais mosquitos, para impedir novas contaminações, inclusive fornecendo repelentes para uso da paciente, que permaneceu em casa durante o período dos sintomas da doença. A paciente se recuperou bem, sem nenhum agravo de saúde. No dia 18 de fevereiro, o município recebeu o resultado positivo para dengue dos exames laboratoriais realizados em janeiro. Novamente, a paciente foi procurada pela equipe do departamento de saúde, que a informou dos resultados do exame, e também fez nova pesquisa para confirmar se ela viajou durante o período de contágio (que, conforme a manifestação sintomática, deve ter ocorrido entre o final de dezembro até os primeiros 15 dias de janeiro). Como a paciente não esteve em outros municípios com focos da doença, considerou-se que o caso é autóctone (contraído dentro do município de Quinze de Novembro).

Prevenção:

A única forma de impedir mais casos de dengue no município é não deixando o mosquito se reproduzir. Para isso é necessário eliminar todos os recipientes que possam acumular água: pneus, latas, garrafas, lixo em geral, potes de flores, etc. O Departamento Municipal de Saúde de Quinze de Novembro realiza inúmeros trabalhos de prevenção, desde orientações nas escolas até mutirões de limpezas em espaços com potencial risco de focos do mosquito, como cemitério, jardins públicos, borracharias, lavadores de veículos. Também são realizadas visitas de orientação e fiscalização nas residências.

Avaliação do Departamento Municipal de Saúde:

Segundo a coordenadora municipal de saúde, Marlene Spielmann, além do caso confirmado de dengue e de uma suspeita do mesmo período cujo resultado foi negativo para dengue, nenhuma outra pessoa procurou o serviço de saúde com sintomas da doença nos últimos 30 dias, período mais crítico para contaminação. “Todos os profissionais de saúde estão atentos pois a dengue é uma doença grave. Caso alguém apresente os sintomas da doença, que se assemelham aos do resfriado (febre, dor no corpo, dores de cabeça, em alguns casos podem apresentar náuseas e vômitos e manchas vermelhas pelo corpo) é fundamental comparecer até o departamento de saúde. Esperamos que seja o primeiro e único caso da doença em nosso município”, destaca a coordenadora Marlene.

O prefeito municipal Gustavo Peukert Stolte, também se manifestou sobre a importância de toda a comunidade se engajar na prevenção da doença. “O departamento municipal de saúde está fazendo a sua parte há vários anos, mas sozinho o poder público não tem condições de eliminar todos os focos do mosquito, que na maioria das vezes encontram-se nas residências. Precisamos que toda a população se engaje nesta batalha contra o mosquito da dengue, que também transmite a febre chikungunya e o zika vírus”.

O Departamento Municipal de Saúde está à disposição para mais esclarecimentos sobre a dengue e para a realização de todos os atendimentos necessários. O atendimento junto à Unidade Básica de Saúde Central é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h30min, e das 13h às 17h. O plantão médico gratuito atende à comunidade no horário das 19h às 7h nos dias de semana, e 24h nos finais de semana e feriados, junto à Sociedade Hospitalar Quinze de Novembro.

Postado em 19 fevereiro 2020 17:01 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop