Quebra na safra de trigo do RS é de 42,3%, aponta Cogo

Segundo relatório divulgado nesta quinta-feira (20/11), pela Emater/RS, a colheita da safra de trigo do Rio Grande do Sul avançou 7 pontos porcentuais nesta semana e atinge 79% da área plantada. “Apesar dos trabalhos mais acelerados, há atraso de 6 pontos porcentuais em relação a 2013”, aponta o consultor em agronegócios Carlos Cogo.

O levantamento indica produtividade média para o Rio Grande do Sul de apenas 1.576 quilos por hectare, queda de 50,2% em relação ao rendimento médio de 2013 (3.164 quilos por hectare) e de 42,3% ante a estimativa inicial. Levando-se em conta essa produtividade, a produção projetada para este ano cai para 1,817 milhão de toneladas, ficando 45,7% menor que a do ano passado.

De acordo com a Emater, “as baixas produtividades e a qualidade inferior do grão explicam o desinteresse de parte dos agricultores em efetuar a colheita. Em muitos casos, os rendimentos sequer proporcionam a cobertura dos custos de produção. Restando pouco mais de 20% para serem colhidos no Estado, os prejuízos parecem estar consolidados. No início desta safra, a produção chegou a ser estimada em até 3 milhões de toneladas no Rio Grande do Sul”.

As áreas mais afetadas estão no norte e noroeste do Estado. A região de Santa Rosa, que concentra 19% da produção do Estado, indica uma produtividade média de apenas 1.150 quilos por hectare, 60% abaixo da estimativa inicial, de 2.895 quilos por hectare. Na região de Ijuí (27% da produção), a produtividade esperada inicialmente era de 2.976 quilos por hectare e a obtida é de 1.498 quilos por hectare (-49%).

(Agrolink)

Compartilhe: