Por que não vamos para frente?

Postado em 04 maio 2013 08:31 por JEAcontece
15.292.411/0001-75

De eterno salvador do mundo e mais cotado para ser a nova potência mundial na economia, nosso país naufraga na soberba de seus governantes. É incrível como a imprensa e os investidores internacionais nos tratam. Isso é comprovado nos atuais números divulgados, emperrando um passo maior rumo ao progresso.

Nossa Bolsa de Valores não consegue atingir os 60 mil pontos e as ações da Petrobrás, a empresa mais brasileira de todas, que seria o motivo de enchermos o peito falando com orgulho que temos uma extratora de petróleo própria, com grandes reservas capazes de sustentarmos no futuro, derretem como se caminhassem rumo à falência. Parece que não há ninguém no controle e comprovando sua transformação em uma verdadeira empresa partidária, que deixou de ser de seus verdadeiros donos, o povo brasileiro.

Os cabides de emprego sugam a máquina pública e fazem com que os gastos com o setor sejam superiores às suas arrecadações. E isso que a carga tributária praticada aqui é uma das maiores do planeta terra.

A Copa do Mundo está realmente transformando nossos estádios de futebol e criando um novo torcedor no Brasil. Um torcedor que dificilmente conseguirá assistir todos os jogos de seu time no ano, uma vez que o valor dos ingressos cobrados disparará. Apenas a reforma do Maracanã, que chegará próxima da incrível marca de 1 bilhão de reais, já demonstra alguns dos custos praticados nos últimos tempos. É uma torneira que vaza sem controle algum.

Se tratando de Maracanã, pouca gente sabe, mas a obra deverá passar por uma nova reforma após o mundial de futebol para atender as determinações do próximo grande evento nacional. As olimpíadas no Rio de Janeiro. Estacionamentos, pista olímpica e áreas Vips. Tudo deverá ser revisto. Parece que depois desse período, realmente estaremos nos transformando em um país de primeiro mundo, com as obras mais modernas já vistas. Irreal? Criação de nosso subconsciente? Manipulação de ideias? O que será que está acontecendo com o nosso povo?

Na safra brasileira de verão deste ano podemos comprovar que um estádio de futebol não é capaz de armazenar o produto primário de nossa economia. Também vimos que a precariedade das estradas e a logística ineficiente sugaram cerca de 2,7 bilhões de reais na margem final dos lucros. Ou seja, perdemos “três reformas do Maracanã” por ano em virtude da não aplicação de verbas em setores essenciais.

Não dá para se queixar que não escutamos o lançamento de pacotes ou inúmeros programas de aceleração do crescimento, o nome bonito da liberação de verbas públicas para investimentos, porém, essa aplicação desses recursos esbarra em algum ministério ou setor que descontente, por algum motivo, impede que tudo realmente se concretize.

Pois bem, o Brasil teria tudo para estar nos patamares de países de primeiro mundo, contudo, nosso histórico de mesquinharia, corrupção, desentendimento entre poderes e falta de prioridades nos investimentos estagnam a economia nos níveis que, infelizmente, parece ser nosso verdadeiro lugar.

João Pedro Corazza
Gerente Comercial de Negócios de Commodities da Agroinvvesti

Postado em 04 maio 2013 08:31 por JEAcontece
15.292.411/0001-75
TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop