Polícia prende mulher suspeita de matar quatro companheiros em SC

A Polícia Civil de Caçador, distante 450 quilômetros da capital catarinense, Florianópolis, prendeu preventivamente na última terça-feira uma mulher de 46 anos suspeita de matar quatro companheiros. O filho dela, de 21 anos, também foi detido suspeito de participar da morte mais recente, ocorrida em junho. O caso veio à tona depois que um homem de 60 anos foi encontrado morto dentro de uma caminhonete às margens da SC-305. Aparentemente, o veículo havia saído da pista após o condutor sofrer um infarto. No entanto, a perícia apontou que o corpo havia sido mudado de lugar. Com isso, a investigação foi reforçada.

Vinte dias depois do suposto acidente, a polícia recebeu uma denúncia anônima informando que pouco antes de morrer o homem havia contratado dois seguros de vida no valor de R$ 1,26 milhão. O beneficiário era o jovem preso de 21 anos, filho da vítima com a suspeita, fruto de um relacionamento extraconjugal do homem. Um novo exame no corpo da vítima indicou a presença de duas substâncias químicas que, quando utilizadas juntas, poderiam provocar um infarto.

De acordo com a polícia, um dia antes de morrer, o homem teria visitado a mulher e morrido na sua cama. Com a ajuda de um filho da suspeita, de 16 anos, o corpo teria sido colocado no veículo e levado até o local onde o acidente foi forjado. A ideia do acidente seria receber a indenização em dobro devido a uma cláusula contratual.

Com as investigações, a polícia descobriu que a suspeita já havia sido beneficiária de outro seguro de vida em 2012. Ela recebeu a R$ 195 mil depois que o companheiro de 32 anos morreu em circunstâncias semelhantes. Os dois relacionamentos anteriores da mulher, em 2000 e 2011, também acabaram com a morte dos homens e seguros de vida em nome da suspeita. As causas da morte também foram epilepsia ou infarto do miocárdio.

(Zero Hora)

Compartilhe: