PMDB quer que Dilma desista de Kátia Abreu para ministério

O comando do PMDB quer demover a presidente Dilma Rousseff de indicar a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), que é presidente da Confederação Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), para assumir o Ministério da Agricultura. O convite foi feito na última quarta-feira, porém, como a informação vazou para a imprensa, redundou numa crise no PMDB, que alega não er sido consultado.

A ‘ousadia’ da presidente para os peemedebistas, pode custar caro, pois eles ameaçam se unir à oposição e cotar contra o projeto de lei que altera a meta fiscal na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014, caso o governo confirme oficialmente a ida da senadora para a pasta.

Atualmente, o Ministério da Agricultura é da cota dos peemedebistas da Câmara, e Kátia é considerada uma “cristã nova” na bancada do Senado. Ela trocou o PSD pelo PMDB há apenas um ano, e há senadores peemedebistas mais antigos na fila por um ministério.

Hoje, o PMDB tem cinco ministros: Edison Lobão (Minas e Energia), Garibaldi Alves (Previdência), Moreira Franco (Aviação Civil), Neri Geller (Agricultura) e Vinícius Lages (Turismo). Parte do partido defende a permanência de Geller na Agricultura. Ele também tem como padrinho o senador Blairo Maggi (PR-MT).

Ceará Agora

Compartilhe: