PIB teria crescido só 0,1% sem a redução do IPI de automóveis, diz Itaú

Postado em 01 setembro 2012 07:45 por jeacontece
15.292.411/0001-75

O PIB do segundo trimestre só teria crescido 0,1% em relação ao primeiro trimestre deste ano se o governo não tivesse reduzido o IPI para os automóveis, segundo as contas de Ilan Goldfajn, chefe do departamento econômico do banco Itaú Unibanco.

Pelos cálculos de Goldfajn, só o benefício do IPI foi responsável diretamente pelo aumento de 0,3% do PIB, isso sem contar as outras medidas tomadas pelo governo e seus efeitos indiretos.

Ou seja, se o governo não tivesse baixado o IPI de automóveis, o resultado do PIB teria sido muito próximo de zero ou zero.

Goldfajn também está refazendo suas estimativas para o PIB deste ano.
A sua previsão anterior à divulgação do PIB do segundo trimestre era de uma expansão de 1,9% para 2012, mas, como o número divulgado nesta sexta-feira 31 pelo IBGE, veio abaixo das expectativas, a projeção vai cair.

O economista prevê um crescimento para este ano entre 1,6% e 1,8%, abaixo de sua projeção de 2,1% para os Estados Unidos.

IstoÉ Dinheiro

Postado em 01 setembro 2012 07:45 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop