Pegadas humanas mais antigas fora da África são descobertas na Inglaterra

Postado em 10 fevereiro 2014 07:13 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Entre as pegadas, há rastros de crianças e adultos

As pegadas, descobertas nas margens de Happisburgh, na costa de Norfolk, têm mais de 800 mil anos e são evidências diretas dos primeiros seres humanos que viveram no norte da Europa. O achado é de pesquisadores do Museu Britânico, do Museu de História Natural de Londres e da Universidade Queen Mary, que publicaram a descoberta no último número da revista científica “Plos One”.

Entre as pegadas, há rastros de crianças e adultos, e uma delas corresponde a um pé com um tamanho europeu de sapato do número 42, o que sugere que poderia corresponder a um homem de cerca de 1,70 de altura.

As marcas descobertas pela primeira vez em maio do ano passado durante a maré baixa graças as ondas que retiraram os sedimentos que as recobriam, são as únicas pegadas desta idade na Europa. Há apenas outros três conjuntos que são mais antigos e estão na África.

Nick Ashton, arqueólogo do Museu Britânico, relatou que ele e seus colegas se apressaram para fazer fotografias e modelos em 3D das pegadas, antes que as ondas constantes as destruíssem.

Ainda não se sabe ao certo de quem são as pegadas, mas, de acordo com especialistas, há a possibilidade de elas serem de uma espécie chamadaHomo Antecessor, que viveu no sul da Europa. Acredita-se que este grupo tenha chegado a Norfolk através de uma faixa de terra que ligava o Reino Unido ao resto da Europa há um milhão de anos. Eles teriam desaparecido há cerca de 800 mil anos em decorrência de mudanças climáticas.

A partir de 13 de fevereiro, o Museu de História Natural de Londres terá uma exposição sobre a pré-história humana, incluindo um vídeo das novas pegadas.
Texto adaptado com base em informações da BBC e da EFE.

Terra

Postado em 10 fevereiro 2014 07:13 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop