Paulinho Sananduva comemora atuação de gala e o título da ACBF: “Marcamos forte, mas não abdicamos de jogar”

Não precisou nem o cronômetro zerar. Quando faltava pouco mais de um minuto para o término do confronto, os gritos de “É campeão!” já ecoavam no Centro Municipal de Eventos Sérgio Luiz Guerra, em Carlos Barbosa. A festa da torcida laranja do primeiro ao último minuto da partida foi coroada por uma atuação quase impecável da ACBF e vitória de 4 a 1 sobre o Inter, da Espanha.

— Os torcedores foram o sexto jogador — definiu o pivô Flávio.

Paulinho Sananduva, que já havia conquistado a competição em 1999, pela Ulbra, destacou o espírito de luta da equipe. Para o treinador o planejamento para o duelo final foi cumprido a risca.

— Nossa aposta era em uma marcação forte. Mas não abdicamos de jogar em nenhum momento. É um momento muito importante para o futsal brasileiro — destacou o técnico Paulinho Sananduva.

O título na Copa Intercontinental teve a cara do capitão Rodrigo. O fixo, que tem como principal característica a luta e a entrega, vibrou a cada desarme, lutou como nunca, e pôde coroar a atuação com dois gols, chegando a cinco na competição.

— É difícil dimensionar a importância.Era um título muito almejado por nós. Só vai cair a ficha amanhã (domingo). E pior que nem tenho como comemorar muito. Me apresento na seleção, neste domingo, às 6h — destacou o camisa 2.

A festa laranja seguirá pela madrugada. O buzinaço nas ruas chegará ao centro da cidade onde o grupo de jogadores e a comissão técnica são aguardados. A comemoração não tem hora para acabar.

Confira a classificação final da competição:
ACBF – 9 pontos
Inter – 6 pontos
Boca Juniors – 3 pontos
Montesilvano – 0 pontos

Relembre a campanha da ACBF:
ACBF 4 x 1 Boca Juniors
ACBF 4 x 1 Montesilvano
ACBF 4 x 1 Inter

Clicrbs

Compartilhe: