ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PASSO FUNDO – UPF e BRDE firmam convênio durante a Expodireto

Postado em 10 março 2016 07:29 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Iniciativa beneficia empresas incubadas no UPF Parque, com linhas de crédito incentivo ao desenvolvimento

Uma ideia inovadora, muitas vezes, precisa de apoio para seu desenvolvimento pleno, com incubação e assistência, e com crédito para sua efetiva consolidação. Pensando nisso, o Parque Científico e Tecnológico UPF Planalto Médio (UPFParque) da Universidade de Passo Fundo (UPF) firmou um importante convênio com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), nessa segunda-feira, dia 7 de março, durante a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. O acordo de cooperação permite disponibilidade de crédito às empresas incubadas no UPFParque, como incentivo ao seu desenvolvimento.

Presente durante a assinatura do convênio, o reitor da UPF José Carlos Carles de Souza destacou que a Universidade sempre se coloca à disposição das pessoas que buscam a Instituição para alavancar o crescimento nas suas iniciativas. “A UPF firma esse importante convênio com o BRDE, que visa fomentar as iniciativas de base tecnológica para o desenvolvimento local e regional, com aporte de recursos financeiros para que as empresas possam desenvolver as suas tecnologias”, declarou, enfatizando que todas as empresas vinculadas ao UPFParque podem ter acesso a esse crédito.

De acordo com o gestor do UPFParque, Marcos Citolin, a área de desenvolvimento das empresas tem uma nova realidade: “Comumente, iam ao mercado buscar recursos para investir em inovação empresas com maior patrimônio. O BRDE observou que existem grandes potências de pequenas empresas, que serão grandes, mas que, quando nascem, ainda não têm capacidade de tomar esse recurso imediatamente, pela falta de garantias”, explicou ele.

O Parque Científico e Tecnológico, segundo Citolin, dedica um olhar mais apurado a essas organizações. “Incubamos, hospedamos e damos assistência para essas empresas, e aquelas cuja atividade mostrar potencial de desenvolvimento terão flexibilização na tomada de recurso junto ao BRDE”, destacou, evidenciando que os recursos são específicos para inovação. “Se a empresa tem inovação no DNA e tem base tecnológica, será flexibilizada a exigência de garantia. É como uma espécie de ativo intangível. Com isso, por meio do UPF Parque e da Universidade, podemos potencializar o desenvolvimento das instituições que se relacionam conosco no dia a dia”, concluiu.

Investindo na inovação
Para o vice-presidente do BRDE, Odacir Klein, no momento atual, a inovação é fundamental e, com esse convênio, se assegura investimento para ideias inovadoras. “As linhas de crédito vão chegar às mãos de empreendedores por um processo de interação entre instituições financeiras e com a segurança de um bom investimento, baseado na ação da Universidade, que atua transmitindo conhecimento que faz com que haja amadurecimento dessas ideias”, apontou, declarando que o processo de inovação não pode ser algo simplesmente utópico, mas uma ideia amadurecida. “Nós, do BRDE, temos interesse em agir para que essas linhas de crédito cheguem aos pequenos investidores com a segurança de que a aplicação de recursos possa ser algo que resulte em proveito”, disse.

Participaram da assinatura do convênio o presidente do BRDE Neuto Fausto de Conto, o diretor de planejamento do BRDE Luiz Corrêa Noronha, o diretor administrativo do BRDE Orlando Pessuti, e o gerente adjunto de planejamento da Região do Planalto Miguel Oliveira.

Foto: Alessandra Pasinato
(Assessoria de Imprensa Universidade de Passo Fundo)

Postado em 10 março 2016 07:29 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop