PASSO FUNDO – Pet terapia em saúde é tema de aula inaugural dos programas de residências da UPF

Postado em 11 março 2016 07:24 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Jornalista Rosane Marchetti foi uma das convidadas do evento

A Universidade de Passo Fundo (UPF), por intermédio de seus programas de residências, realizou, na segunda-feira, dia 7 de março, uma aula inaugural com a jornalista Rosane Marchetti. O tema do evento foi “Pet terapia em saúde”. O debate também contou com a participação do Vice-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UPF, Leonardo José Gil Barcellos, e da psicóloga Ivana Gradaschi. O Grupo de Choro da UPF, vinculado a Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (VREAC), realizou a apresentação de abertura do evento.

Mais de 600 pessoas, entre profissionais residentes e acadêmicos dos cursos das áreas da saúde, prestigiaram o evento. Rosane, que é repórter especial do núcleo da Globo RS e do Globo Repórter, relatou a sua experiência ao ser diagnosticada, em 2011, com câncer de mama, e falou sobre a luta contra a doença e o importante papel de seus quatro gatos durante seu processo de recuperação. “Tive ajuda dos médicos, da minha família, dos meus amigos e dos meus gatos. Mas, existem momentos, que eu chamo de hora mais solitária, que você não deseja a companhia de mais ninguém. A única companhia que me ajudava a enfrentar esses momentos de dor profunda eram meus gatos. Eles não me olhavam com olhar de pena, mas de solidariedade”, relatou Rosane.

A jornalista garante que os animais podem contribuir com a recuperação dos pacientes. “Espero que a minha experiência sirva de inspiração para que outras pessoas utilizem os animais para que consigam resultados tão bons quanto os que eu consegui. Também quero ressaltar que os pet não são só para enfeitar e colocar roupinhas, eles são nossos companheiros de jornada e estão aqui para despertar sentimentos que nos fazem viver”, afirmou a jornalista.

O vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação e médico veterinário, que é autor do livro A Vida de Branco, que reflete histórias recorrentes em clínicas e hospitais veterinários do Brasil e nas organizações não governamentais (ONGs) de proteção animal, também compartilhou suas experiências. “As crianças, por exemplo, aprendem muito com os cachorros, que acabam ajudando na socialização e provocam uma série de outros benefícios”, ressaltou o professor Leonardo.

O evento teve como objetivo sensibilizar a comunidade sobre como os animais podem contribuir com a saúde humana. “No Brasil, os animais são utilizados para ajudar na saúde das pessoas desde a década de 1960. Eles ajudam não só em pacientes com problemas mentais, mas na oncologia e em outras áreas. É uma parceria que completa, porque é um amor incondicional, que não faz troca contigo”, destacou a psicóloga Ivana Gradaschi.

Programas de residências da UPF
Os programas de residências oferecidos pela Universidade de Passo Fundo objetivam proporcionar formação em serviço aos profissionais da área da saúde. As residências multiprofissional e em área profissional da saúde oferecidas pela UPF são: Residência Profissional Integrada em Medicina Veterinária; Residência Multiprofissional Integrada em Saúde do Idoso e Atenção ao Câncer; Residência Multiprofissional em Cardiologia; Residência Multiprofissional em Atenção ao Câncer; e Residência Profissional em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais. Mais informações podem ser obtidas no site www.upf.br/residencia.

Foto: Natália Fávero
(Assessoria de Imprensa Universidade de Passo Fundo)

Postado em 11 março 2016 07:24 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop