PASSO FUNDO – IMED esteve entre o grupo de investigadores que analisou e colocou à prova sistemas de segurança das urnas eletrônicas

Postado em 08 novembro 2021 16:04 por jeacontece
15.292.411/0001-75

São tantos os boatos sobre a fragilidade do sistema eleitoral brasileiro, que utiliza urnas eletrônicas para validar os votos da população, que a IMED esteve entre os selecionados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para investigar possíveis fragilidades dos sistemas de segurança desses equipamentos.

Na última semana, os acadêmicos de Ciência da Computação da instituição Adroaldo Leão Souto Júnior, Gabriel Sordi Damo e Juliano Ribeiro Poli, acompanhados pelos professores Marcos Roberto dos Santos e Vinícius Borges Fortes estiveram em Brasília, participando do Teste Público de Segurança, analisando e desvendando códigos-fonte. O grupo pode colocar à prova as possíveis fragilidades que possam surgir na programação desse instrumento, que agiliza a votação e apuração dos votos no processo democrático.

Em entrevista à Uirapuru, o professor Marcos Roberto dos Santos falou sobre a experiência vivenciada em Brasília. Conforme ele, além de ter acesso ao código-fonte das urnas eletrônicas, o grupo de investigadores teve acesso a todos os demais sistemas de geração de mídias, sistemas de envio e recebimento de arquivos, os sistemas que cada TRE acaba utilizando para enviar os votos de cada sessão eleitoral, que é mantido por eles e enviados a Brasília para a contagem oficial.

Nesse sentido, o professor explica que a função dos investigadores foi analisar, entender o processo e buscar brechas, vulnerabilidades e exceções que pudessem acontecer dentro desse código dispostos a equipe de investigadores. O primeiro contato serviu para desenvolver um mapa mental da aplicação, entender de onde os dados vem, para onde eles vão, qual o tipo de processamento, criptografia utilizada. A partir da checagem dos códigos-fonte e das camadas de segurança, ocorreu a elaboração de planos de testes que serão utilizados nos equipamentos. Conforme o professor, os testes serão executados em novembro.

A IMED foi uma das únicas Instituições de Ensino Superior do Brasil a participar do teste, acompanhada apenas de outra IES do Mato Grosso.

Fonte: Uirapuru

Postado em 08 novembro 2021 16:04 por jeacontece
15.292.411/0001-75
Tags:

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop