Papa Francisco chega ao Iraque

“Obrigado pelo seu testemunho. Que os muitos, demasiados mártires que vocês conheceram nos ajudem a perseverar na humilde força do amor. Gostaria de lhes trazer o carinho afetuoso de toda a Igreja, que está próxima de vocês e ao mortificado Oriente Médio e os encoraja a seguir em frente”, disse o Papa Francisco na mensagem aos iraquianos divulgada no dia anterior a sua viagem.

E como mensageiro de paz, o Papa Francisco chegou ao Iraque no final da manhã desta sexta-feira, 5 de março. O voo AZ 4000 da Alitália aterrissou no Aeroporto Internacional de Bagdá pouco antes das 12 horas, horário local.

O chefe do protocolo no Iraque sobe as escadas dianteiras do avião para saudar o Papa, antes de descer e ser recebido na pista pelo primeiro ministro Mustafa Abdellatif Mshatat, conhecido como Al-Kadhimi. Duas crianças em vestes tradicionais oferecem flores ao Papa. Na acolhida oficial não são proferidos discursos.

Após a apresentação das delegações e a passagem pela Guarda de Honra, o primeiro ministro e o Pontífice dirigem-se à Sala VIP do aeroporto para um encontro privado. Francisco oferece a Al-Kadhimi um Trítico, uma medalha de prata alusiva à viagem e uma edição especial da “Fratelli tutti”. Do aeroporto, o Papa segue para o Palácio Presidencial.

Primeiro dia do Papa no Iraque

O primeiro compromisso oficial do Papa Francisco em terras iraquianas será a Cerimônia de boas-vindas no Palácio Presidencial, com a visita de cortesia ao presidente da República, Barham Ahmed Salih Qassim. Segue o encontro com as Autoridades, a Sociedade Civil e o Corpo Diplomático, no grande salão do Palácio Presidencial.

Após a saudação do presidente e o discurso do Santo Padre, Francisco dirige-se para a Catedral de Sayidat al-Nejat (Nossa Senhora da Salvação), distante 8,4 km, para o encontro com os bispos, sacerdotes, religiosos/as, seminaristas e catequistas.

Ao final, Francisco se desloca para a Nunciatura Apostólica de Bagdá, distante 3,3 km, onde passará a noite.

*Vatican News

Compartilhe: