Palestra de nível internacional em Tapera

O Sicredi Rota das Terras, com atuação em Tapera, Selbach, Lagoa dos Três Cantos e Colorado, para comemorar o Ano Internacional das Cooperativas, trouxe para Tapera uma palestra de nível internacional, com o professor Steven Dubner, diretor e treinador da Associação Desportiva de Deficientes (ADD), entidade que já levou muitos atletas para as Paraolimpíadas e trazido delas muitas medalhas para o Brasil. Para se ter uma ideia da dimensão desta participação na competição, o Brasil tem mais medalhas (ouro, prata e bronze) do que nas Olimpíadas “normais”, inclusive medalha de ouro no futebol masculino, algo inédito ainda para o País do futebol. Steven Dubner é treinador da Seleção Paraolímpica Brasileira.

A palestra “Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez”, que aconteceu nesta terça-feira (21), às 20h, no Tenarião, teve a presença de diretores das cooperativas da região: Sérgio Luiz Tonello (Sicredi Rota das Terras), Cristiano Scher (Cotrisoja), Cirlei Gatto (Santa Clara), Edson Pedrotti (Coprel) e Darci Algeri (Cotrijal).

O tema da palestra – Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez – surgiu das limitações dos atletas paraolímpicos brasileiros, nas mais variadas modalidades esportivas, ao erguer a bandeira brasileira no alto do pódio e depois receber uma medalha olímpica.

Um público de aproximadamente 1.500 pessoas conferiu de perto uma das melhores palestras proferidas em Tapera e região. Steven Dubner, apesar de seu português arrastado, mas com um invejado alto astral e bom humor e grande interatividade com o público, fez ele se dividir entre o riso e as lágrimas, com suas tiradas e piadas e com vídeos mostrando a superação de seus atletas em uma competição internacional como a Paraolimpíada. Mostrou ainda a vida de pessoas deficientes que vivem de forma “normal”, apesar das limitações do corpo, mas não da mente.

A ideia que Steven Dubner trouxe para Tapera, para os associados do Sicredi Rota das Terras, era mostrar que não existem limites e que o limite é imposto pela cabeça das pessoas. Em sua manifestação, bastante informal e descontraída, pediu às pessoas que sejam felizes, que parem de se preocupar com os outros e que não levem a vida tão a sério, falando com grande conhecimento de causa em razão da convivência quase que diária com pessoas que possuem supostos limites. Se tivesse de resumir a palestra, bastariam apenas três palavras: pensar, ousar e superar.

Ao final, o público, em pé, aplaudiu longamente Steven Dubner pelo “recado” dado.

Compartilhe: