Opinião – Será que os Maias não estavam certos?

Postado em 22 fevereiro 2013 07:27 por jeacontece
15.292.411/0001-75

O amanhecer do dia 22 de dezembro de 2012 nos comprovou que realmente a profecia do antigo povo não se concretizou. Pudemos abrir as janelas de nossas casas e observar que tudo estava em seu devido lugar. Não havia bolas de fogo caindo do céu, incêndios incontroláveis, terremotos e mares invadindo cidades. A população se levantava para mais um dia de trabalho em sua constante luta para se manter ativa em um mundo que não parava.

A maior dúvida e o grande mistério dessa crença parece se esconder em suas entrelinhas. O mundo certamente não acabou, mas a partir de agora, pelo que parece e se comprova através dos fenômenos ocorridos, precisamos entrar em uma nova era.

Secas jamais vistas e em proporções assustadoras em grandes países produtores, excesso de chuvas em épocas de colheita (para se ter uma ideia, já é observado no norte do Mato Grosso o plantio do milho safrinha sobre as plantações de soja devido ao grande volume de precipitações) e irregularidades entre inverno e verão já nos mostram que estamos vivendo em uma nova era. Quem já tinha visto entrar na atmosfera terrestre um meteoro como o que atingiu a Rússia na semana que passou?

Os prejuízos começam a ser calculados. A baixa nos estoques mundiais de grãos eleva a níveis assustadores os preços das commodities. Os alimentos disparam e a inflação causa grande perda de poder aquisitivo da população. O incidente na Rússia causou cerca de 30 milhões de dólares em danos.

Será que os Maias não queriam dizer que se não tomarmos medidas voltadas à sustentabilidade saudável do planeta estaremos caminhando para a beira de um abismo capaz de acabar com a vida na terra?

Grandes medidas já estão sendo tomadas. Pelo menos no papel. Os encontros entre as nações mais ricas do planeta, como a Rio + 20 ou a Conferência de Copenhague, tentam encontrar uma solução para minimizar os efeitos dos gases prejudiciais a atmosfera.

O Brasil, por iniciativa própria, já conseguiu estancar ao menos o desmatamento, principalmente da Floresta Amazônica. Apenas esse quesito é responsável por cerca de 75% da emissão de carbono do país.

O setor privado também deve tomar medidas cabíveis para o melhor desenvolvimento do planeta. Investimentos em energias sustentáveis, diminuição no lançamento de gases tóxicos na atmosfera e até mesmo injeções de ânimos aos colaboradores para que vivem uma vida melhor e mais saudável. Essas são algumas das medidas que as empresas deveriam tomar para ajudar a melhorar o mundo.

Pois bem, parece que os Maias estavam tentando nos avisar, não do fim do mundo, mas sim da transformação que estamos forçando-o a passar. A sustentabilidade saudável deve ser o foco para os próximos anos e metas devem ser muito bem estipuladas para conseguirmos viver cada vez mais e melhor.

João Pedro Corazza
Gerente Comercial de Negócios de Commodities da Agroinvvesti

Postado em 22 fevereiro 2013 07:27 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop