Operários da Arena do Grêmio fazem paralisação de três horas

Os operários da Arena do Grêmio fizeram uma paralisação nesta manhã. Entre 08h e 11h, eles cruzaram os braços. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada, os funcionários protestaram contra uma ação do Ministério Público do Trabalho, que teria ingressado com uma ação na Justiça para reduzir a quantidade de horas extras dos operários.

Ainda pela manhã, representantes dos trabalhadores e da OAS realizaram uma reunião e a construtora teria se comprometido em pagar as horas extras mesmo sem o manutenção da atual carga de trabalho. Os operários já retomaram suas atividades e estão recebendo o almoço.

Segundo a assessoria do Ministério Público do Trabalho, o procurador Fabiano Holz Beserra ajuizou ação na Justiça do Trabalho solicitando que os trabalhadores fizessem duas horas extras por dia. A Justiça do Trabalho concedeu liminar impedindo que esse horário fosse extrapolado.

O presidente da Grêmio Empreendimentos, Eduardo Antonini, confirmou o protesto dos operários e informou que eles já voltaram a trabalhar. Segundo Antonini, a paralisação não irá afetar o cronograma da obra.

O término das obras da Arena está na contagem regressiva. Faltam 53 dias para a realização do jogo inaugural do novo estádio do Grêmio.

Clicrbs

Compartilhe: