Número e salário de CCs preocupa governador eleito do RS

José Ivo Sartori e Tarso Genro tiveram segundo encontro de transição

O governador eleito José Ivo Sartori (PMDB) solicitou nessa segunda-feira detalhes sobre a distribuição e o número de cargos em comissão (CCs) e os dados sobre salários dos servidores do Estado. O pedido foi feito durante o segundo encontro entre as equipes de transiçãode Sartori e do atual governador do Estado, Tarso Genro (PT), ocorrida à tarde, no Palácio Piratini.

Os detalhamentos requisitados são resultantes da análise feita sobre o primeiro conjunto de respostas apresentadas pelo PT para os questionamentos entregues pela equipe do peemedebista há duas semanas.

Ex-prefeito da Capital, José Fogaça (PMDB), designado porta-voz da equipe de transição, informou apenas que se tratavam de detalhes relacionados com as finanças do Estado. Ele evitou comentar também se os dados solicitados serão aplicados como base de informação para realizar cortes em cargos e secretarias. “Essa decisão cabe apenas ao governador eleito”, advertiu José Fogaça, que esteve na reunião acompanhado por Ibsen Pinheiro e Carlos Búrigo, coordenador da transição pelo PMDB. Os três foram convidados a conhecer a Sala de Gestão, criada por Tarso para administrar projetos estratégicos. O PMDB pediu que seus técnicos tenham acesso à ferramenta, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

Pelo PT, o trabalho foi coordenado pelo secretário da Casa Civil, Carlos Pestana, que sugeriu que o grupo organize também o plano para transmissão do cargo, em janeiro.

(Correio do Povo)

Compartilhe: