Número de mortes por gripe A no Estado chega a 14 e se iguala ao total do ano passado

A confirmação da morte de uma mulher de 58 anos por gripe A fez subir para 14 o número de mortes pela doença no Rio Grande do Sul em 2012. O número é o mesmo registrado ao longo de todo o ano passado.

A morte da paciente, que não tinha sido vacinada e que estava internada desde o dia 25 de junho, aconteceu na segunda-feira e foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Porto Alegre na manhã desta quarta, após teste realizado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen).

Embora haja 14 casos confirmados da doença na Capital e 83 no Estado, a SMS considera a situação sob controle. A Vigilância em Saúde do município informa que as unidades de saúde de Porto Alegre receberão novos lotes de vacinas.

Tratamento e prevenção são as principais medidas

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), devem ser reforçadas as orientações para o uso do medicamento Oseltamivir no tratamento de síndromes gripais.

A recomendação ressalta a importância em administrar o antiviral, de nome comercial Tamiflu, preferencialmente nas primeiras 48 horas dos sintomas.

A SMS informa que a vacinação contra a gripe prosseguirá até que as doses sejam esgotadas. O público-alvo são idosos com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a dois anos e gestantes.

Para prevenir a contaminação, é aconselhado:
– Higienizar as mãos com frequência;
– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
– Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
– Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
– Não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
– Evitar aperto de mãos, abraços e beijo social;
– Reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração;
– Ventilar os ambientes.

CLICRBS

Compartilhe: