NÃO-ME-TOQUE – Vacina contra hepatite A é introduzida no calendário básico de vacinação do SUS

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) está ampliando o Calendário Nacional de Vacinação em 2014, com a introdução da vacina adsorvida hepatite A (inativada).

A hepatite A é habitualmente benigna, pode raramente apresentar uma forma grave (aguda e fulminante), levando a hospitalização e ao óbito (2º a 7% dos casos). Crianças menores de 13 anos foram responsáveis por 68,7% dos casos confirmados e constituem o grupo etário com as maiores taxas de incidência da doença. A prevenção desta doença viral continua a ser a arma mais importante para seu controle, pois não existem medicamentos antivirais específicos contra a doença. Por este motivo o PNI introduzirá a vacina adsorvida hepatite A (inativada) para a crianças de 12 meses de idade, a fim de protegê-las dessa doença futuramente.

Hepatite A é uma doença infecciosa aguda causada pelo vírus VHA que é transmitido por via oral-fecal, de uma pessoa infectada para outra saudável, ou através de alimentos (especialmente os frutos do mar, recheios cremosos de doces e alguns vegetais) ou da água contaminada. Esse vírus pode sobreviver por até quatro horas na pele das mãos e dos dedos. Ele é também extremamente resistente à degradação provocada por mudanças ambientais, o que facilita sua disseminação, e chega a resistir durante anos a temperaturas de até 20ºC negativos.

SINTOMAS:
A Hepatite A pode ser sintomática ou assintomática. Os sintomas são: cansaço, tontura, enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.
Crianças de 12 meses até menores de dois anos (um ano, 11 meses e 29 dias) devem receber a vacina contra hepatite A.

A vacina já está disponível na sala de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde de Não-Me-Toque.

(Jaques Petry – Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Não-Me-Toque)

Compartilhe: