NÃO-ME-TOQUE – Produtores de Coqueiros do Sul conhecem fábrica de rações

Um grupo de 30 produtores ligados à Unidade Cotrijal de Igrejinha visitou a Fábrica de Rações da cooperativa, em Não-Me-Toque, no dia 23 de agosto.

Acompanhados de colaboradores da unidade e do gerente Leandro Pires, eles vieram conferir a estrutura e o funcionamento da fábrica e o processo de produção.

Recepcionados pelo presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, os produtores primeiramente conheceram a sede da cooperativa e conversaram com a direção e a equipe da fábrica, colocando seus anseios em relação ao trabalho da organização na área de produção de leite. Foi uma oportunidade também para esclarecer dúvidas e conhecer melhor o funcionamento da cooperativa. “Foi muito proveitosa a visita, porque pudemos ter clareza dos objetivos da Cotrijal e da preocupação com o atendimento ao associado”, avalia o associado José Pedrinho Dirings. “Pudemos comprovar a qualidade da ração e também dos equipamentos utilizados para produzi-la”.

“É coisa de primeiro mundo”, comenta o associado Irineu Silveira, que disse ter ficado impressionado com a estrutura da Fábrica de Rações. “Como associados, devemos ter orgulho de ser donos de uma estrutura como essa, que certamente vai ajudar a expandir a marca Cotrijal”, completa o associado Eldon Matias Lampert. “É uma estrutura que deve ser aproveitada ao máximo”.
O presidente Nei César Mânica ressaltou que a cooperativa vem fazendo vários investimentos em Igrejinha e está sempre atenta a novas tecnologias visando bem atender o produtor. “Entramos em Coqueiros do Sul porque vimos que o produtor estava carente de assistência e estamos felizes com a resposta que vocês têm dado, trabalhando com a cooperativa”, disse aos visitantes. “A iniciativa de vocês virem conhecer a Fábrica de Rações é importante porque estreita o relacionamento e possibilita discutir em conjunto o que fazer para avançar ainda mais no atendimento às demandas da região”.

Além do presidente, participaram da reunião o vice-presidente e superintendente Comercial, Jairo Marcos Kohlrausch, o superintendente de Produção Agropecuária, Gelson Melo de Lima, o gerente de Desenvolvimento Cooperativista, Enio Schroeder, o gerente da Fábrica de Rações, Marlon Luciano Petry, o coordenador Comercial Rações, Alexandre Samoel Billig, o coordenador da Fábrica de Rações, Joisson Schwalbert, entre outros colaboradores da fábrica.

Na apresentação da fábrica, Marlon Petry destacou que a estrutura é uma das mais modernas em termos de tecnologia no Rio Grande do Sul e que a formulação das rações visa atender a demanda dos animais em suas diferentes fases. “O sistema é automatizado e nos permite um eficiente controle de qualidade e também nos volumes entregues ao produtor, garantindo que ele receba exatamente a quantidade que comprou”, explicou, informando que a fábrica tem capacidade para produzir 36 toneladas de ração para suínos e aves por hora e 12 toneladas de ração bovina por hora.

(Assessoria de Comunicação – Cotrijal)

Compartilhe: