NÃO-ME-TOQUE – Prevenção ao câncer de mama com apoio do Imama

Entre as ações já desenvolvidas pelo município através da Secretaria Municipal da Saúde, o combate ao câncer de mama com ações preventivas ganha uma nova frente em Não-Me-Toque.

Na tarde de quarta-feira (25), foi assinado o convênio com o Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (Imama) que estabelece um plano de ação da saúde da mama. A mobilização, iniciativa da primeira-dama e secretária de Gabinete, Bernadete Piva, contou com a participação de grupo de mulheres que esteve em Porto Alegre para o fleshmob, no dia 19 de julho, com o objetivo de chamar a atenção das mulheres para a importância da prevenção.

O câncer de mama tem alto índice de mortes no Brasil e o estado do Rio Grande do Sul tem a média superior do país, enquanto que 95% pode ser tratado e curando quando diagnosticado precocemente.

Após o flashmob em frente à prefeitura, comandado pela superintendente do Imama, Rosa Maria Rutta, autoridades, convidados e voluntárias se dirigirem à Câmara de Vereadores para a assinatura do convênio.

Bernadete Piva agradeceu o apoio das mulheres que a incentivaram a buscar o convênio, e também a presença dos representantes dos hospitais, Notre Dame Julia Billiart e Beneficência Alto Jacuí, além do Conselho Municipal da Saúde.

O plano de trabalho estabelece três principais ações: Outubro Rosa, treinamento de agentes voluntários e treinamento de agentes comunitários de saúde.

O secretário municipal da Saúde, Marco Costa, citou que os índices de ocorrência em Não-Me-Toque são superiores a média do Estado que por sua vez tem a média mais alta do Brasil.

– Essa doença que atinge a mulher na sua saúde, na sua beleza, na sexualidade e na autoestima precisa ser combatida com ações intensas de prevenção. O convênio com o Imama vem para contribuir com o trabalho que nossa Secretaria já realiza, para aumentarmos a conscientização pela prevenção – destacou Marco Costa.

O presidente do Legislativo, vereador Pedro Paulo Falcão da Rosa, lembrou sua iniciativa no ano de 2006, quando foi criada a Semana Municipal de Prevenção ao Câncer de Mama.

– Não-Me-Toque está dando um exemplo para a região em ações preventivas nesta área – afirmou o vereador.

Para a superintendente do Imama, Rosa Rutta, o trabalho da prevenção se baseia na oferta de perspectiva de vida e de dignidade para a mulher vítima do câncer de mama.

– Antes de termos medo da doença, precisamos ter cuidados com a saúde – afirmou.

Antônio Vicente Piva, na sua condição de médico e de prefeito, disse que sua atitude em apoiar a iniciativa de convênio com o Imama e investir nas ações preventivas é mais que uma obrigação: é uma demonstração de cuidado com a vida e o bem estar das pessoas, tanto da mulher doente quanto de seus familiares, que também são atingidos quando ocorre o diagnóstico da doença.
IMAMA

O Instituto da Mama do Rio Grande do Sul é uma organização sem fins lucrativos, reconhecida, desde 2000, pelo Ministério da Justiça como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Foi fundado em 29 de julho de 1993 e, desde então, é presidido pela Dra. Maira Caleffi.
Nasceu de um grupo de mulheres, pacientes da mastologista Maira Caleffi, que, diagnosticadas, participavam de um grupo psicoterapêutico que, mais tarde, veio a tornar-se o IMAMA.

O IMAMA busca a conscientização da sociedade gaúcha acerca da importância dos cuidados com a saúde da mama, enfatizando a necessidade da detecção precoce do câncer de mama para maiores chances de cura, além de qualidade e agilidade em todos os processos da rede de atenção à saúde da mama.

Para tanto, atua diretamente nos processos de educação, reabilitação, articulação e mobilização social em favor da saúde da mama. Também atua como articulador de políticas públicas e é reconhecido por sua habilidade em promover uma mobilização social consciente e colaboradora.

(Jornal A Folha do Sul)

Compartilhe: