NÃO-ME-TOQUE – Prefeitura trabalha na ampliação do videomonitoramento

Já são 11 câmeras de vigilância instaladas

O projeto de cercamento eletrônico do município, apresentado para a Secretaria Estadual de Segurança Pública, por contar com recursos de emenda da Bancada Gaúcha para a segurança, iniciado no ano de 2017, ainda está em fase de implantação.

Nestes últimos dias, foram instalados os postes e as câmaras em três pontos da cidade: saída para Bom Sucesso, saída para Colorado e trevo para Victor Graeff e São José do Centro.

Para estas três câmara entrarem em funcionamento, ainda falta a instalação da rede elétrica, responsabilidade da RGE e uma da Coprel.

Assim que entrarem em funcionamento, o sistema de videomonitoramento de Não-Me-Toque passa a contar com 11 câmeras alimentando o sistema que já está sob responsabilidade da Brigada Militar.

O projeto do município contemplou veículos, armamento e equipamentos de segurança para a Brigada Militar e para a Delegacia de Polícia, já entregues; um novo servidor (computador para gerenciar o sistema), e três câmaras de alta precisão, com capacidade de leitura de placas de veículos.

Em breve os sistema estará ampliado e vai contribuir para que a população do campo e da cidade vivam com mais segurança. Além de alertar a circulação de veículos suspeitos, o sistema grava a movimentação do e, assim, contribui com a investigação – salientou o prefeito Pedro Paulo.

O prefeito disse que cobrou por ofício a cedência de policiais militares da reserva para atuar na base do sistema de monitoramento, conforme promessa da Secretaria Estadual de Segurança.

De acordo com o responsável técnico da prefeitura, Felipe Kempfer, o projeto total contempla 32 câmeras, cobrindo centro, bairros, entradas da cidade e saídas para as localidades do interior.

Compartilhe: