NÃO-ME-TOQUE – Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos Urbanos

Postado em 21 fevereiro 2013 08:26 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Na última quinta-feira (14), reuniram-se no auditório da Prefeitura toda a comissão responsável pela elaboração do Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos Urbanos, sendo integrantes dessa comissão ACINT, comerciantes, sindicatos e membros da comunidade. Representando o Poder Executivo estavam presentes o prefeito Antônio Vicente Piva, a vice-prefeita Teodora Berta Souilljee Lütkemeyer e secretários municipais, com o objetivo de construir as próximas etapas do projeto.

A partir de 02 de agosto de 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei Federal nº 12.305 apresenta mudança no cenário dos resíduos no Brasil, marco histórico da gestão ambiental, esta Lei traça modernas diretrizes na luta contra um dos maiores problemas do planeta: o lixo urbano. Esta norma traz, em seu corpo diretrizes e obrigações que deverão ser implementadas , bem como, as consequências para os casos de descumprimento das imposições estabelecidas nesta lei. Acontecendo então um compartilhamento de responsabilidades entre o Poder Público, as empresas e a sociedade civil, impulsionando assim o retorno dos produtos às indústrias após o consumo, a chamada logística reversa.

Estima que cada cidadão produz cerca de um 1kg de lixo dia. Gerando assim toneladas por semana, nas primeiras etapas de análise do projeto constatou-se que 80% do lixo recolhido no Município é reciclável sendo considerado um lixo rico comparado com outras cidades onde não se atinge essa meta.

Sai dos cofres públicos em torno de R$ 1.250,000,00 anual para o recolhimento do lixo, mais R$ 850,000,00 que é pago pelo munícipe através da taxa de recolhimento do lixo, estima-se em torno de R$ 2.100,000,00 gasto anual somente no recolhimento do lixo que é produzido no Município .

No decorrer da elaboração do plano será ouvida toda a comunidade, indústrias, comércio, sindicatos para recolher sugestões para elaboração dos procedimentos cabíveis ao plano, estando o plano elaborado será marcada uma audiência pública para aprovação do mesmo.

A Vice-Prefeita Teodora Berta Souilljee Lütkemeyer, enfatizou “Quanto desse dinheiro gasto no recolhimento do lixo é Educação? é Saúde? nosso objetivo em frente a Administração do Município é melhorar a gestão nos gastos públicos. Nosso objetivo com a elaboração desse plano é deixá-lo com muita vivacidade trazendo ações concretas, a formação de uma cooperativa de reciclagem tirando o catador de lixo da rua e instruindo ele para o trabalho cooperativo dignificando-o e aumentando sua renda. Essa cooperativa é um sonho de nossa Administração pois contempla um dever e um direito de todo o ser humano: o respeito ao meio ambiente e a dignidade do trabalho, viabilizando a cidadania aos seus cooperados. Vamos retomar a coleta seletiva em toda a cidade informando o munícipe como fazer sua parte. Esse plano após concreto irá destacar Não -Me -Toque também como uma cidade com responsabilidade Ambiental”.

(Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Não-Me-Toque)

Postado em 21 fevereiro 2013 08:26 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop