NÃO-ME-TOQUE – Hospital Notre Dame relata falta de recursos e possibilidade de suspender atendimentos

Na manhã desta segunda-feira (29), o diretor do Hospital Notre Dame Júlia Biliart, Daniel Griep, participou da reunião de Secretários com a presença da Prefeita Teodora Lütkemeyer e de todo o secretariado para expor as dificuldades que o Hospital vem enfrentando devido ao atraso no repasse de recursos por parte do Estado.

Conforme pesquisa aplicada pela Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes Religiosos e Filantrópicos do Rio Grande do Sul, nas 245 casas de saúde sem fins lucrativos do Estado, todas apresentam o resultado de um 2015 de dificuldades agudas e perceptivas extremamente difíceis para 2016.

Na estrutura e no atendimento, a rede de hospitais filantrópicos é responsável que é responsável por mais de 70% do atendimento SUS no Estado, reduziu em 15% o número de procedimentos ambulatoriais. Em relação aos leitos, a redução alcançou 14%, sendo que essa rede é detentora de 66,6% dos leitos SUS no Rio Grande do Sul.

O diretor da entidade Daniel Griep destacou: “Devido ao atraso no repasse dos recursos estaduais, o serviço de urgência e emergência 24 horas pode ser cancelado se a situação não for regularizada. A congregação Notre Dame vem mantendo as despesas do serviço nos últimos meses”, comentou.

A Prefeita Teodora Lütkemeyer salientou: “Embora sabemos da situação lamentável que se encontra o Estado, a Administração vai procurar a liberação destes recursos para que o atendimento não seja cancelado no Município”, destacou.

(Assessoria de Comunicação Prefeitura Municipal de Não-Me-Toque)

Compartilhe: