NÃO-ME-TOQUE – Expodireto Cotrijal: Presenças estrangeiras devem movimentar os negócios

Uma diversidade de idiomas e culturas novamente fará parte das atividades da Expodireto Cotrijal. Em sua 17ª edição, a feira prepara uma série de ações para recepcionar os visitantes estrangeiros, com rodadas de negócios, palestras e atividades de integração. A expectativa é de que cerca de 70 países participem da programação.

Assim como em anos anteriores, um espaço será preparado para recepcionar esses visitantes. O “International Point” terá novidades, com uma programação mais abrangente e com o objetivo de aproximar os visitantes estrangeiros dos agricultores locais. “O nosso estande contará novamente com um miniauditório, com a realização de palestras diárias sobre temas de interesse mundial”, revela o organizador da área internacional da Expodireto Cotrijal, Evaldo Silva Júnior. 

O que também já está definido é a forma com que os visitantes estrangeiros realizarão seus negócios. Serão mantidas as visitas nos estandes das empresas e a expectativa é repetir o sucesso de vendas do último ano. “Com o câmbio a nosso favor, acredito que os negociadores estrangeiros buscarão alternativas e firmarão bons negócios na área de máquinas e implementos. Outro ponto alto de negócios serão as tratativas envolvendo soja, arroz, frango e carne bovina”, comenta Evaldo.

Novos idiomas

A África deve mais uma vez ter grandes delegações na Expodireto Cotrijal. Argélia e Moçambique estarão entre os países estreantes. A Argélia inclusive já confirmou a presença de importadores e do seu embaixador. Nigéria e Angola, que tradicionalmente vêm para a feira, também já confirmaram presença.

Na área de exposição internacional, 15 expositores, de diversos países, estão confirmados, com destaque para a participação da Alemanha, Estados Unidos e Argentina. “Esse é um local da feira que recebe muitos visitantes e movimenta os negócios internacionais. Estarão em evidência os lançamentos em máquinas e equipamentos agrícolas, energias alternativas, etanol e hidrogênio”, conclui.

Demais países já confirmados: Honduras, Tailândia, Geórgia, Bielorrússia, Azerbaijão, Emirados Árabes, Jordânia e Itália.

Negócios em 2015: A participação de importadores e representantes comerciais estrangeiros na feira rendeu bons negócios em 2015. A movimentação internacional chegou a R$ 237.514 milhões.

(Assessoria de Imprensa da Cotrijal )

Compartilhe: