NÃO-ME-TOQUE – Escola no Campo divulgará vencedores em novembro

Os vencedores do Projeto Escola no Campo 2014 serão conhecidos no dia 19 de novembro, em evento no Parque da Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. A data foi definida, na última semana, durante reunião, na sede da cooperativa, com representantes das secretarias de Educação de municípios da região que, em parceria com a Cotrijal e a Syngenta, desenvolvem o projeto.

O Escola no Campo procura chamar a atenção dos alunos para a importância da preservação do meio ambiente, o uso correto de defensivos agrícolas (a prática é proibida para menores de 18 anos) e para a importância de produzir alimentos saudáveis. A iniciativa também valoriza o trabalho do agricultor, fazendo com que ele sinta orgulho da profissão.

Etapas – As atividades do projeto iniciaram no mês de junho, com a distribuição de material de estudo aos professores. Através da cartilha, os educadores procuram enfatizar para os alunos a necessidade do controle de pragas nas lavouras, mas sem danos à natureza.

Na etapa seguinte, serão ministradas palestras pela coordenadora de Meio Ambiente e bióloga da Cotrijal, Deisi Nicolao Sebastiani. Os alunos serão contemplados ainda com a apresentação de uma peça teatral. A ideia é reforçar quanto à questão do manuseio de agrotóxicos e a preservação ambiental, mas de um jeito divertido e que prenda a atenção da criançada.

De posse dessas informações, os estudantes elaborarão desenhos e frases mostrando o que aprenderam. Os trabalhos serão avaliados por uma comissão escolar, que definirá um desenho e uma frase por escola para participar da final municipal do concurso. Pelo regulamento, cada município nomeia uma comissão para escolher os dois melhores desenhos e as duas melhores frases.

Projeto está presente em 13 cidades
O projeto conta com a participação de estudantes dos municípios de Não-Me-Toque, Colorado, Victor Graeff, Tio Hugo, Lagoa dos Três Cantos, Almirante Tamandaré do Sul, Carazinho, Coqueiros do Sul, Santo Antônio do Planalto, Saldanha Marinho, Nicolau Vergueiro e Ernestina. Para o vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder, o Escola no Campo é um projeto completo. “É uma iniciativa que muito nos orgulha pelos resultados surpreendentes que alcança”, afirma.

(Assessoria de Comunicação da Cotrijal)

Compartilhe: