NÃO-ME-TOQUE – Comunidade se une em prol da ERS 142

Com o intuito de exigir do Governo do Estado uma ação concreta em relação as melhorias da ERS-142, na tarde de quinta (20), a Prefeita Teodora Lütkemeyer, o Presidente da Câmara de Vereadores Gilson dos Santos, Vereadores, Secretários, demais lideranças, entidades, representantes das empresas e comunidade regional participaram da manifestação que bloqueou o trecho de 22 km que liga Carazinho a Não-Me-Toque.

O manifesto iniciou às 15h e se estendeu até as 17h30min, próximo à divisa dos dois Municípios, e contou com total apoio das comunidades nãometoquense e carazinhense, além de outros municípios vizinhos. A Brigada Militar de Não-Me-Toque e a Polícia Rodoviária de Tapera deram suporte a paralisação, mantendo a organização do bloqueio. Segundo o Sgt Charles da PRF nenhum problema foi registrado durante as 2h30min de manifesto.

Um caminhão de som foi utilizado para que os participantes do bloqueio pudessem se manifestar e enfatizar para as pessoas presentes a indignação com as péssimas condições dessa rodovia e salientar a preocupação da população que trafega neste trecho perigoso que continua a fazer vítimas. Os manifestantes levaram faixas e cartazes solicitando as melhorias.

Construída de 1954 a 1957, a ERS é uma das mais antigas rodovias do Estado e nela trafegam inúmeros veículos por dia. A região, que possui grande desenvolvimento nos setores agrícola e industrial, utiliza o trecho para o escoamento de toda a produção, além do grande fluxo de funcionários que se deslocam para as empresas de Não-Me-Toque e dos estudantes que enfrentam as más condições de trafegabilidade para irem para as escolas e universidades de Carazinho.

Mesmo com toda importância que esta rodovia possui, permanece abandonada por parte do DAER e do Estado. Decorridos apenas 03 meses da execução final das obras de recapeamento de 10 quilômetros, a rodovia já apresenta deterioração do asfalto com buracos em diversos pontos. Com essa última manutenção, houve estreitamento e desnivelamento da pista. Além disso, o trecho não possui acostamento, a sinalização é precária e há árvores de grande porte em sua beira.

Gilson dos Santos, Presidente do Legislativo, ressalta que as autoridades de Não-Me-Toque vem buscando junto ao Governo Estadual uma solução a mais de 4 anos. “Está é uma reivindicação antiga que até hoje permanece em descaso por parte do Governo, que deixa de investir em uma região muito importante para a economia estadual”, disse Gilson. O Vereador ainda destaca o alarmante número de danos causados em 4 anos onde já foram registrados mais de 225 acidentes, sendo destes mais de 90 com danos materiais, 120 com lesões corporais e 15 com vitimais fatais.

Um abaixo assinado continua circulando na região coletando assinaturas para mostrar a indignação da comunidade em relação a precariedade do trecho. Este abaixo assinado será anexado junto a um dossiê que será entregue para o Governador José Ivo Sartori que assume o Palácio Piratini em 2015.

Em relação as tratativas com o Governo do Estado, a Prefeita Teodora ressalta que não serão toleradas mais omissões dos governantes em relação a ERS-142. “Nas próximas agendas com o Governo do Estado, vamos convocar os deputados estaduais e federais mais votados pelo Município de Não-Me-Toque para juntos reivindicarmos ações concretas em relação a rodovia. Queremos que os deputados eleitos honrem com o voto e confiança depositada pela comunidade de Não-Me-Toque e região”.

A Prefeita também mostrou-se indignada com o descaso dos governantes estaduais perante a ERS 142. “Não podemos mais ter prejuízos econômicos na produção agrícola e industrial devido as péssimas condições dessa rodovia, mas principalmente, não podemos mais perder vidas e ver as famílias sofrendo pela ausência dos seus familiares. Não é mais admissível que uma rodovia tão importante quanto essa não possua condições adequadas de trafegabilidade”.

(Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Não Me Toque)

Compartilhe: