NÃO-ME-TOQUE – Clima de confiança também em Muitos Capões

Em torno de 300 produtores deram uma pausa no plantio da próxima safra para prestigiar a reunião de apresentação da Cotrijal, na noite da última sexta-feira, 4, no Pavilhão Católico, em Muitos Capões. Diante da plateia curiosa e confiante no trabalho da cooperativa, a direção reafirmou o compromisso de fazer um trabalho sério, com os pés do chão, e que agregue valor ao produtor, de forma segura, inovadora e sustentável. Com esse encontro, a Cotrijal encerrou rodada inicial de reuniões com produtores das novas áreas.

No colo dos pais, o pequeno Joaquim, de 3 anos, era um dos mais atentos. Apesar da pouca idade, o menino, que é filho e neto de produtores, parecia querer entender mais sobre trabalho com foco em resultados e cooperação. “Ele adora ir na lavoura. Gosta bastante dessa movimentação na época de plantio ou colheita”, disse, cheio de orgulho, o pai Juliano Barbiero, 36 anos. O produtor estava acompanhado ainda da esposa, Anieli, 27, e dos pais Idivar e Lourdes.

Nesta safra, dos 600 hectares, 340 foram destinados à soja. O restante para o milho e o feijão. Na propriedade dos Barbiero, o trabalho na lavoura tem a parceria dos irmãos Joel e Jardel e do pai Idivar. “Quero colher mais, mas também penso na saúde e felicidade da minha família. O nosso desejo é trabalhar 100% com a cooperativa”, adiantou.

A exemplo das reuniões anteriores, o presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, falou de estratégias de negócios, gestão, tecnologias e de projetos que visam o desenvolvimento da agricultura na região. “Viemos para somar, trazer segurança e confiança. É muito gratificante ver que o produtor daqui também acredita no nosso trabalho”, disse.

“Queremos fazer a diferença não só na propriedade, mas também nas comunidades e região. A nossa ideia é construir na região uma Cotrijal forte e sólida para as famílias e futuras gerações”, enfatizou o vice-presidente, Enio Schroeder.

O gerente da unidade de Negócios da Cotrijal de Muitos Capões, Marcelo de Paula, agradeceu a boa receptividade por parte dos produtores, falou do mix de soluções que a cooperativa oferece e se comprometeu a trazer novos patamares de produtividade para a região. “Podem contar com a Cotrijal e com essa equipe que está aqui para ajudá-los a produzir mais e melhor com tecnologia, segurança e renda”, afirmou ele, ao apresentar equipe de trabalho.

Reuniões – Além de Muitos Capões, a Cotrijal fez rodada de reuniões em Sertão, Charrua, Caseiros, Três Pinheiros, Capo-Erê, Cruzaltinha, Tapejara, Vila Lângaro, Água Santa, Lagoa Vermelha e Capão Bonito do Sul, abrangendo os produtores dos 14 novos municípios onde a Cotrijal passou a atuar a partir de agosto deste ano.

(Assessoria de Imprensa Cotrijal)

Compartilhe: