NÃO-ME-TOQUE – Banco do Brasil apresenta condições negociais para a Expodireto 2016

Postado em 16 março 2016 09:02 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Na manhã de quinta-feira (10), a Prefeita Teodora Lütkemeyer esteve no stand do Banco do Brasil no Parque da Expodireto Cotrijal juntamente com os Secretários de Estado Ernani Polo e Tarcísio Minetto conhecendo as principais linhas de crédito do banco, oferecidas durante a feira.

No ano em que completa um século de atuação no Rio Grande do Sul, o Banco do Brasil participa da Expodireto Cotrijal com estrutura diferenciada para atendimento ao público e programação integrante do calendário de comemorações dos 100 anos do BB no RS.

Entre as novidades do BB para esta edição da Expodireto está a originação de propostas por meio da Esteira Agro BB, realizada diretamente pelas revendas de máquinas e encaminhada ao Banco pela internet. “A análise de propostas encaminhadas na feira será priorizada, imprimindo maior velocidade ao processo de análise e contratação das operações”, explica o gerente do mercado agronegócios do BB, João Paulo Comerlato.

Com relação ao crédito agrícola, o banco repetirá a estratégia das últimas edições e não haverá limitação dos recursos disponibilizados aos produtores rurais que desejarem adquirir máquinas e equipamentos na Expodireto. Entre as apostas para esta feira estão as linhas de crédito do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), da Agricultura de Baixo Carbono (ABC) e do Inovagro. “Temos recursos suficientes à disposição do produtor”, destaca Comerlato.

Principais Linhas de Crédito BB para a Expodireto 2016
– Programa para Construção e Ampliação de Armazéns – PCA
Finalidade: Apoiar investimentos necessários à ampliação e à construção de novos armazéns.
Limite Financiável: até 100% do projeto
Taxa de juros: de 7,5% ao ano
Prazo: até 15 anos, incluídos três anos de carência.
– Finame Moderfrota
Finalidade: Financiar a aquisição de tratores e implementos associados, além de colheitadeiras e suas plataformas de corte
Limite Financiável: até 90% do valor dos itens financiáveis
Taxa de juros: 7,5% ao ano
Prazo: até 8 anos, sem carência.
– Agricultura de Baixo Carbono (ABC)
Finalidade: Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura
Limite Financiável: até 100% do projeto
Taxa de juros:7,5% ao ano para beneficiários do Pronamp e 8% ao ano para demais produtores
Prazo: até 15 anos, de acordo com o empreendimento
– Moderinfra
Finalidade: Apoiar o desenvolvimento da agropecuária irrigada sustentável e ampliar a capacidade de armazenamento da produção agropecuária.
Limite Financiável: até 100% do investimento total (sendo até R$ 2 mil por CPF)
Taxa de juros: 7,5% ao ano para itens de irrigação e 8,75% ao ano para demais itens
Prazo: até 12 anos com até três anos de carência
– Inovagro
Finalidade: Financiar investimentos necessários à incorporação de inovação tecnológica nas propriedades rurais, visando ao aumento da produtividade, à adoção de boas práticas agropecuárias e de gestão da propriedade rural, e à inserção competitiva dos produtores rurais nos diferentes mercados consumidores.
Limite Financiável: até 100%
Taxa de juros:7,5% ao ano
Prazo: de até dez anos, incluindo carência de até três anos
– BNDES Pronamp
Finalidade: Financiar investimentos agropecuários
Limite Financiável: até 100% do investimento
Taxa de juros: 7,5% ao ano
Prazo: até 96 meses, com até 36 meses de carência
– Pronaf Mais Alimentos
Finalidade: Promover o aumento da produção e da produtividade e a redução dos custos de produção, visando a elevação da renda da família produtora rural
Limites Financiáveis e Taxas de juros:
– Até R$ 10 mil – 2,5% ao ano
– De R$ 10 mil a R$ 30 – 4,5% ao ano
– Acima de R$ 30 mil R$ 150 mil – 5,5% ao ano
Prazos: de um até 10 anos, dependendo do item financiável
– Pronaf Agroindústria
Finalidade: Financiar investimentos dos produtores rurais e suas cooperativas, inclusive em infraestrutura, que visem o beneficiamento, o processamento e a comercialização da produção agropecuária.
Limites Financiáveis e Taxas de juros:
– Até 10.000,00 (PF e Empreendimento Familiar Rural) – 2,5% ao ano
– Até R$ 1 milhão (cooperativas) – 2,5% ao ano
Prazos: Até 10 anos, com três anos de carência
Fonte: João Paulo Comerlato – Gerente de Mercado Agronegócios do BB

(Assessoria de Comunicação Prefeitura Municipal de Não Me Toque)

Postado em 16 março 2016 09:02 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop