NÃO-ME-TOQUE – APSUL América relata experiências de agricultores com agricultura de precisão

Na manhã da última quarta-feira dia 25, durante a programação do II APSUL América agricultores colocaram em forma de painéis suas experiências, as explanações foram mediadas pelo presidente do Sindicato Rural e APSUL Sr. Willibrordus Henricus Van Lieshout.

Colaboraram com seus depoimentos Alexandre Van Ass agrônomo diretor comercial da Van Ass Sementes, que utiliza agricultura de precisão desde 2005 em área irrigada. Rogério Pacheco ,Produtor Rural e Ernani José Hammes, produtor no Paraguai que utiliza a adubação a lanço com estratégia de fertilização, sendo um dos produtores que tem alcançado elevados rendimentos em cultura de grãos.

Hammes relatou que um detalhamento acompanhado da fertilidade de solo foi esforço de um experimento inédito em sua região. Hoje se destaca como entusiasta na aplicação da agricultura de precisão no Paraguai.

O painelista Edson Heller representante da Associação de Prestação de Serviços de Linha São Paulo (APSAT). Edson relatou que com o pioneirismo e dedicação de 29 agricultores surgiu, em 30 de junho de 1986, na comunidade de Linha São Paulo, interior de Não-Me-Toque, a Associação de Prestação de Serviços de Linha São Paulo (APSAT). Após um duro período de estiagem que reduziu a produção pela metade, que atingiu a região Sul do país, em 1986, os produtores da comunidade de Linha São Paulo resolveram plantar feijão, como a cultivar resiste a períodos de seca houve a fácil adaptação da leguminosa. Quando a produção estava pronta para ser colhida houve um grande mutirão, onde todas as famílias em comum acordo colheram e após dividiram a safra. Surgia passim a APSAT que permanece até hoje utilizando equipamentos de precisão para seus trabalhos.

“É de extrema importância o depoimento de bons resultados na utilização da Agricultura de Precisão, trazendo uma realidade mais próxima ao estudante, ao agricultor despertando assim mais interesse no conhecimento amplo que é a Agricultura de Precisão”. Destacou o presidente do Sindicato Rural e APSUL Sr. Willibrordus Henricus Van Lieshout.

(Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Não-Me-Toque)

Compartilhe: