NÃO-ME-TOQUE – 27º Fórum Nacional da Soja debate o futuro do Grão no Brasil

Postado em 09 março 2016 11:01 por jeacontece
15.292.411/0001-75

O evento prestigiado pela Prefeita Teodora Lütkemeyer, por Nei César Mânica, Presidente da Expodireto Cotrijal, Caio Cézar F. Vianna, Presidente da CCGL/Termasa-Tergrasa e Paulo Cezar Pires, Presidente da FecoAgro, contou com palestras de especialistas com temas como “Construção de Lavouras Campeãs Através da Semente”, “Cenário Econômico e Perspectivas” e “Perspectivas do Mercado da Soja”.

Entre os palestrantes estavam Paulo Dejalma Zimmer, Professor da Universidade Federal de Pelotas, Engenheiro Agrônomo, Doutor em Ciência e Tecnologia de Sementes e Coordenador do Programa de Pós Graduação em Ciência e Tecnologia de Sementes da UFPel; Pedro Lutz Ramos, Gerente de Análise Econômica do Banco Cooperativo Sicredi, Graduado, mestre e doutorando em economia pela UFRGS e André Pessoa, Sócio-Diretor do Grupo Agroconsult e Mestre em Economia Aplicada pela ESALQ/USP.

A primeira palestra tratou do tema técnico relativo à importância da semente na economia da soja. Paulo Zimmer destacou que, hoje, um dos segredos para aumentar a produtividade das lavouras sem aumentar custos de produção se encontra em saber investir na semente. Diante de uma produtividade média estagnada no Brasil, o produtor de soja, para superar isso, necessita avançar sobre quatro pontos: a melhor genética possível; acúmulo de plantas produtivas por área; maior resposta de cada planta e proteção da semente.

A segunda palestra, ministrada pelo senhor Pedro L. Ramos, tratou dos aspectos econômicos, internacionais e nacionais, que influenciam a economia da soja. Segundo ele, em termos da economia internacional, deve-se levar em conta as três locomotivas: EUA, Zona Euro e China. O contexto atual das mesmas indica que o crescimento global, em 2016, deverá repetir o do ano anterior, ficando ao redor de 3,4%. Ao mesmo tempo, haverá menor liquidez, enquanto os preços das commodities deverão se manter estáveis.

Já a terceira palestra destacou que o Brasil está diante de uma boa safra de soja, porém, irregular entre regiões. O resultado final acabará sendo melhor do que se desenhava inicialmente. Dito isso, a atual safra mostra que o país está no limiar de um salto de produtividade, o que veio corroborar o raciocínio do primeiro palestrante. Isso é extremamente importante porque o Brasil estaria chegando ao limite de suas possibilidades de aumento na área absoluta de soja, sendo que algumas regiões já demonstraram recuo neste ano 2015/16, caso de partes do Cerrado e da região conhecida como Mapitoba. Todavia, vale ressaltar que tal recuo se deveu em muito ao problema da falta de crédito para custeio neste ano.

Fonte: http://www.expodireto.cotrijal.com.br

(Assessoria de Comunicação Prefeitura Municipal de Não Me Toque)

Postado em 09 março 2016 11:01 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop