Municípios do Alto Jacuí devem buscar redes integradas e inovações, diz prefeito de Tapera

Região terá encontro para tratar do desenvolvimento municipal e regional por meio de investimentos em tecnologia

Localizada na região central do Alto Jacuí e uma das pioneiras no que se refere a investimentos em tecnologia na gestão pública, Tapera será sede no mês de março do I Fórum de Cidades Digitais do Alto Jacuí. O evento que está com as inscrições abertas é destinado, principalmente, a prefeitos, gestores e vereadores para que possam tratar do fomento às economias locais e desenvolvimento por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

O termo ainda pode ser distante da realidade de muitos municípios brasileiros, mas exige que cada vez mais Prefeituras direcionem esforços sobre o tema no planejamento visando maior conectividade, controle e transparência na localidade.

O prefeito de Tapera, Ireneu Orth, alerta sobre a necessidade dos municípios do Alto Jacuí buscarem inovações de forma que contribuam com o desenvolvimento como um todo da região. A proposta deste I Fórum de Cidades Digitais do Alto Jacuí, organizado pela Prefeitura em parceria com a Rede Cidade Digital (RCD), é apresentar ideias, soluções e iniciativas que demonstrem os impactos positivos do uso da tecnologia nas cidades.

A iniciativa é apoiada também pela Associação de Municípios AMAJA e Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal dos Municípios do Alto Jacuí (Comaja). “Os avanços tecnológicos estão acontecendo e quem não se atualizar começa a ficar para trás. Tapera está em um processo contínuo e o Fórum de Cidades Digitais é a oportunidade de estar por dentro das novidades, sempre pensando na redução de custos e na melhoria dos processos”, disse o prefeito.

Além de incentivar melhorias nos serviços públicos, o prefeito destaca que existe um trabalho na região, por meio de entidades e com o apoio do Comaja, para captação de recursos que viabilizem a implantação de uma rede de fibra óptica beneficiando municípios da região. “O que se quer é todos os setores integrados e que os municípios acompanhem essa evolução”, observa Orth.

Cidade Digital – Com 11 mil habitantes, Tapera interligou os 29 prédios públicos da área urbana e rural com um anel óptico de 36 km. O projeto implantado no ano passado com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia vem possibilitando o desenvolvimento de iniciativas como a distribuição de internet gratuita na cidade, monitoramento por câmeras e o projeto Administração Municipal Sem Papel, que prevê a gestão eletrônica de documentos em todos os setores.

De acordo com o assessor de Informática, Leslei Lottermann, Tapera também se prepara para implantar em 2016 o prontuário eletrônico nas unidades de saúde com o objetivo de unificar as informações dos pacientes, reduzir custos e otimizar o atendimento no setor.

Fórum de Cidades Digitais – As inscrições para o I Fórum de Cidades Digitais do Alto Jacuí são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo http://forum.redecidadedigital.com.br/

(Rede Cidade Digital)

Compartilhe: